Carregando...
Eventos

Girls of War no Global Game Jam 2009

Por Vivi Werneck

O que se pode fazer em 48 horas? Hum… Uma casinha para o seu cachorro? Ou aquela formatação básica no seu PC, talvez… Mas e se eu lhe disser que, além disso e várias outras coisas, em 48 horas pode-se fazer um game? A idéia Professor Esteban Gonzalez Clua - organizador do GGJ no Rioparece até impossível levando-se em consideração os meses e anos que algumas produtoras levam para fazer um Metal Gear Solid ou um Fallout 3, por exemplo.

Mas esse é o espírito do Global Game Jam, uma maratona de produtores de games entusiastas ao redor do mundo, em que o maior desafio é criar um jogo – a partir de um tema proposto pelos organizadores. Um desafio e tanto! Todos os competidores de diferentes países permaneceram sob as mesmas regras e restrições. Entre os patrocinadores da maratona gamer está a Take-Two Interactive, por exemplo, que é detentora dos direitos de GTA IV.

O GGJ 2009, que aconteceu nos últimos dias 30 de janeiro até 1º de fevereiro, contou com a participação de 40 universidades espalhadas pelo planeta, sendo que três delas foramGalera na palestra do Brasil: Universidade Federal Fluminense (UFF), no Rio de Janeiro; Universidade Federal de São Carlos (UFSC), em São Paulo e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Pernambuco.

E vocês acham que o Girls of War ficaria fora de uma dessas? Claro que não! Apesar de nenhuma de nós saber programar para poder participar, euzinha – Vivi Psycho Werneck – estive no evento que aconteceu na UFF, na cidade de Niterói, no meu querido Rio de Janeiro. Na universidade, a maratona começou às 16h do dia 30, com uma palestra inaugural sobre Games e Pessoal animado...Design, ministrada pelo professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC), Guilherme Xavier. O cara é uma figuraça e explicou com muito bom humor algumas regrinhas básicas para o bom desenvolvimento de um game simples e divertido – um dos objetivos do GGJ.

Antes da batalha contra o tempo começar para os 43 participantes – divididos em 14 equipes, o organizador do evento na UFF, o professor e doutor Esteban Gonzalez Clua, explicou aos “maratonistas” algumas regrinhas básicas de boa convivência (já que as equipes iriam dormir no campus) e as regras da competição em si. Por exemplo: o uso do framework XNA (da Microsoft) era obrigatório. Também valia desenvolver games em 2D ou 3D. Uma seção do A gamer producer overpower Bruna Lombardojogo não poderia ultrapassar cinco minutos e o arquivo finalizado deveria ter, no máximo, 250 MB.

É claro que ainda falta o principal: o tema, que só foi revelado no dia da competição, para aumentar o suspense e a gastrite nervosa dos participantes. Os maratonistas virtuais deveriam criar um game rápido, simples e divertido a partir do tema: “As long as we have each other, we’ll never run out of problems”, ou algo parecido com: “Enquanto tivermos uns aos outros, nós nunca fugiremos de problemas”.

Regras anotadas (ou decoradas), laptops e joypads em punho, tema sendo decodificado e adrenalina a mil por hora… É dada a largada! Os grupos já formados brigam e se esquartejam entre si (tudo com muito amor) para chegar a melhor idéia e a galera que ainda estava sem grupo tratou logo de se acoplar (uuiii…) com o colega mais próximo para começar os trabalhos!

Eu, meu bloquinho e o palestrante Guilherme Xavier (atentem para a cara das pessoas loucas!) Em meio a esse mar de cérebros criativos, eis que surgem alguns raríssimos espécimes do sexo feminino, perdidos num mar de rapazes (que coisa chata não?). A universitária e garota de Ipanema, Bruna Lombardo, da equipe “Beautiful Yellow Cars”, foi uma das que honraram a galera da calcinha. Com 24 anos, a estudante faz de tudo um pouco quando o assunto é criar games. A menina overpower manda bem na modelagem, programação, desenho e design. Ufa!

“Comecei a trabalhar com games por acaso. No início de 2007 aprendi a usar XNA. Também sou colaboradora da produtora de games Magus Ludens e tenho minha própria empresa a Essentials Games. Nela já fiz um jogo para a Secretaria de Estado do Rio de Janeiro criando uma ‘ilha’ Sono Wins!!!dentro do Second Life”, contou a menina prodígio – que produziu junto com seus companheiros de equipe o game “Parachutist”.

Depois de um fim de semana bem corrido, a maioria dos participantes cumpriu a meta e entregou seus joguinhos para a avaliação dos jurados, que observaram os seguintes quesitos: originalidade, acabamento, adequação ao tema e jogabilidade / diversão. Quem levou o primeiro lugar foi a equipe “Sete da Aiyra” com o game “Escape the Drain”.

Para o professor Esteban Gonzalez Clua, o mais importante do Global Game Jam não é a competição, mas sim a interatividade que um evento desses proporciona entre os amantes dos games.

Galera reunida definindo o que fazer“O GGJ nada mais é que um encontro de pessoas que gostam de desenvolver games. Não é uma competição é uma troca de experiências, uma oportunidade de conhecer pessoas novas com interesses em comum”, disse o professor.

Para mim, entusiasta de games, foi uma grande honra participar de um evento de abrangência internacional e tão divertido como esse, sem puxar o saco de ninguém. Estou sendo sincera! Parabéns a toda comissão organizadora, aos idealizadores do Global Game Jam e, é claro, a todos os participantes que provaram que não é preciso ter milhões de dólares no bolso para fazer jogos divertidos e viciantes!

Global Games Jam 2009 – Jogos / Equipes (RJ):

Tiny Friend Bird  / PVP
Gosmotrix / Teras
Pipe Mayhem / Torresminho
Tiny Soldiers – the rise of the mosquitos / Vacavitoria
Gum ‘o’ Flavor / Cachacinha
It Came From The Cave / The_nano_killers
Keep It / Nudetec
These Ain’t Ants / Quarteto_fantastico
Parachutist / Beatiful_yellow_cars
Tribal Snake: together we never fall / Lucid_dreaming
Escape the Drain / Time_sete_da_aiyra

Todos os jogos participantes do Global Game Jam estão disponíveis para download gratuito no site: http://globalgamejam.org/Game_browser

Valeu galera! Parabéns pelo GGJ 2009 no Rio!

59 comentários
  1. Adney Luís

    Belíssimo post Vivi!! Parabéns!! XD

    E com certeza baixarei os jogos desse evento para uma melhor apreciação da minha pessoa e depois (se me permitirem, é claro XD), postarei a minha opinião sobre eles.

  2. Master Kim

    Muito bacana o evento

    É muito importante apoiar e divulgar a produção de jogos aqui no Brasil, aqui tem pessoas talentosas e criativas que tem tudo para fazerem sucesso mundo a fora, basta terem oportunidades.
    Parabéns para os participantes do evento, principalmente as equipes brasileiras!

  3. Didier

    Valeu Vivi!!! mas uma coisa na segunda foto tem alguem de PE pq eu acho que conheço o cara de camisa cinza de uma loja de games daqui sei la pode ser parecido mas tem algume de PE na foto.

  4. Renato Metal

    Ri muito dos nomes dos jogos e das equipes, um mais viajado que o outro.

    Parece que o pessoal fumou muita alface antes de criar esses nomes.

  5. Bernardo Gavazzi

    Muito bom mesmo o evento!
    Estamos fazendo uma sessão no site da empresa, reunindo as matérias, e fornecendo hosting para assuntos/games do evento.

    assim que ficar pronto mando o link pra vcs ^^

    Parabéns pela matéria ;D

  6. Thyago

    Agora tava pensando…
    com tanto macho por lá, uma mulher devia ser uma visão rara.
    Vivi, você foi muito assediada por lá? Teve assovios e cantos de coiotes? XD

  7. Ozaki

    Quem participa dessas competições é aqueles loucos que vivem usando #include e if.
    48 horas é suicídio, principalmente para os modeladores
    Se me dessem um mês eu não fazia o que esses caras fazem

  8. the creed

    Ai garotas continuem assim mostrando sempre otimas materias e reporatgens! VOCES ALEM DE MUITO LINDAs ESTAO MOSTRANDO QUE ENTENDEM DE VIDO-GAME!!!PARABENS!!

  9. the creed

    Uma pergunta anda rondando a minha cabeça ultimamente sobre voces garotas.Eu gostaria de saber de voces,ja que entendem muito de video-game voces devem jogar certo?creio eu que sim<Agora realmente a pergunta se voces jogam video-game voces sao"caixistas","sonystas" ou "nintendistas"

  10. PH!

    (Minha net voltou! Já estava com saudades d comentar no meu blog favorito!)

    Aew, mas um post arrebentando, karioka. Parabéns pela cobertura!

    Em 48 h eu faço muita coisa, menos um jogo. Levando em conta q alguns grupos foram feitos na hora, é uma proeza e tanto achar sinergia entre mentes tão férteis em tão pouco tempo. Todos os participantes merecem destaque, e com certeza acompanharei cada jog feito. Os melhores merecem até um novo post!

    “Os grupos já formados brigam e se esquartejam entre si (tudo com muito amor)”…
    “A galera que ainda estava sem grupo tratou logo de se acoplar (uuiii…) com o colega mais próximo…”

    HAUIOHAIUHAHAIUHOAUI!!! ADORO RIR DE MANHÃ CEDO!!!

  11. Vivi Werneck

    @Thyago

    A única musa, da maioria dos caras que estavam lá, era a Placa de Vídeo! rsrsrs… É claro que sempre tem um e outro que……..

    @thecreed

    Nem “caixista”, nem “sonysta” ou “nintendista”. No meu caso, pelo menos, eu sou “PCista”! ahuahuahuahaaa…

    @Bernardo Gavazzi

    Obrigada! Fico feliz q tenha gostado da matéria e parabéns pela sua equipe!!!

  12. Vivi Werneck

    @Fabiana Tavares

    O evento não foi aberto ao público. Além dos participantes – que se inscreveram pela net – só imprensa (que tb fazia um cadastro) podia entrar. Mas acho que, mesmo assim, dava p ter te levado. Foi mal Fabi, fiquei sabendo em cima da hora tb! rsrs… bjosss

  13. >PH<

    Muito legal o post Vivi
    Não é tão dificil programar um jogo em 48h, depende muito da complexidade que a equipe quer chegar. Quando mais coisas, mais tem que botar mão na massa, que diz, no teclado. 😛

  14. ZEMO

    Cacildis!
    Evento imperdível!
    Será que não tem um desses agendado pra Sampa não?!
    Eu gostaria de ser uma mosca no meio dessa rapa só pra ver como rola o desenvolvimento em absurdas 48 horas!
    Sinceramente, é pouco tempo demais! Sou desenvolvedor e não vejo chance de algo decente ser produzido em tão pouco tempo, a menos que a rapa tenha muito entrosamento, muito conhecimento e razoável experiência de desenvolvimento específico de games.
    Ainda não vi os joguetes! Será que teve coisa boa?!

  15. Vivi Werneck

    @Didier

    Eu não cheguei a conversar com esse menino que você apontou. Não sei dizer se é o cara que você está falando…

  16. Vivi Werneck

    @ZEMO

    Realmente em 48h não dá p fazer nada extraordinário e é por isso que a criatividade e originalidade são os pontos fortes desse desafio!

  17. Zeca do PT

    Já joguei o Pipe Mayhem, da equipe Torresminho e adorei!! O Gum´ O Flavor tbm é bem bacana! Dá um trabalho danado instalar os jogos em uma máquina que não tenha o XNA, por isso tive que jogar no computador dos desenvolvedores.

    Tá todo mundo de parabéns!!

  18. Patrick

    Nossa adorei a matéria… Beleza hein VIVI… Ah depois vc me dá os telefones das meninas do evento… rssr Brincadeira… Bem bacana a cobertura… Parabéns!!!

  19. Leonardo Marinho

    Agora que já lí a matéria toda (desculpe, da última vez estava dando só uma passadinha rápida) os parabéna pela excelente cobertura são mais que merecidos, Vivi.
    Muito bom saber que o nosso amado Rio de Janeiro não anda esquecido quando o assunto é game.

    Vivi, da próxima vez vê se me leva junto quando for cobrir algo do tipo. Prometo que não vou falhar. hehe =]

    Abraços,
    e mais uma vez, parabéns pela ótima cobertura.

  20. Márcio Filho

    Bela matéria Vivi!
    Aliás, onde foi que eu vi essa foto sua com o Guilherme Xavier mesmo? ^^
    Uhahuahuauhauhauhhau
    Olha, passo para deixar aqui o link das reportagens no EArenaGames.com.br, afinal, no vídeo dos melhores momentos, você aparece, né?
    Assistam Vivi Werneck ensinando “como se faz para tomar banho”!
    hauhuahuahuhauha
    Beijocas!

    Abertura
    http://www.earenagames.com.br/noticiasinterna.php?id=272

    Encerramento
    http://www.earenagames.com.br/noticiasinterna.php?id=273

  21. Vivi Werneck

    @Márcio Filho

    Seu filho da mãe eu não acredito q vc filmou isso! AAAhhhhhhh eu te matooooooooooooo!!!!!!!!!!!!! hauhauhaaa….

  22. Márcio Filho

    @Vivi
    Aparece sim! Quer dizer, visualmente é bem pouquinho, mas a voz é durante uns bons minutos!
    uyauhauhauhauhuahuhaha
    confiram! A sekçi voz de Vivi Werneck (amigo, não me bata! ;])
    E o vídeo é esse mesmo!
    ^^

  23. nomadsoul

    Vale lembrar que os nomes das equipes não tinham underscore, mas apenas colocamos porque a organização pedir pra colocar na hora de enviar o arquivo ZIP
    E estranhamente isso se propagou pro site central do evento.
    Fizemos também uns videos, mas meu amigo que fez é um eremita desconectado e eu ainda vou levar um tempo pra uppar por ai. quando o fizer, posto aqui.

  24. nomadsoul

    @hamilton:
    Nada disso! Nós tinhamos a musica melhor! Tinhamos uma orquestra nos paises baixos só pra isso =-P
    Além do mais, o que é o controle do Wii perto da voz do incrivel Carlos Muniz!
    =-P

  25. hamilton

    @nomadsoul
    a voz realmente ficou show !! mas sacabagem vcs terem uma orquestra e nos soh o gabriel, que estava com uma cara de zumbi danada quando compos as musicas huauhahua, sabe cara de bebado ? era assim que o bixim tava.

    temos de marcar uns game jam sessions for fun !! tipo uma cambada, discutimos um jogo, cada grupo faz um pedaco e soltamos para o publico, totalmente for fun !!

    o que acham ?

  26. Rafael

    *atrasadão*

    ahihaeiuuaei!!! todo mundo escreveu nosso nome errado.. assim perde a piada xD~~~~
    era pra ser “Time Sete da Aiyra”.. =P~~~~

    enfim.. foi mto bom o evento!! curti mto os jogos!!

    @>PH<
    é dificil sim, brow. mas vale mto a pena participar, altas palhaçadas xD

    @hamilton
    to dentro!!!

    vlw!! otima materia!

  27. Tadeu

    Te vi lá Vivi mas não participei, mas quem sabe num futuro próximo…kkk

    E o Esteban sorrindo como sempre até nas fotos mwuahahahahahahaha! Tb pudera, o cara é referência internacional

  28. Tadeu

    Galera,

    Alguns de vcs tem uma visão muita errada do pessoal da Computação hehehehe

    Lá no instituto da Computação da UFF tem bastante mina gata…não sei pq nego associa a gente com seres alienados e sem mulher LOL!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *