Carregando...
Entrevistas

Entrevista com o ator Dave Fennoy, o Lee Everett em The Walking Dead

Lee_Everett

The Walking Dead, da Telltale Games, foi um dos títulos mais aclamados de 2012.

Ao conquistar público e crítica, arrebatando inúmeros prêmios pelo caminho, o jogo (com seu formato episódico) fez muita gente redescobrir o gênero point-and-click e se tornou um dos maiores exemplos quando se discute o poder de boas narrativas nos games.

Não é exagero dizer que, em TWD, um dos elementos que garantem a imersão em sua trama envolvente é a dublagem feita por atores cuidadosamente escolhidos. Transmitidas com tanta verdade, as emoções dos personagens nos fazem senti-los como se fossem pessoas reais. Dave Fennoy, o ator que dá voz e vida ao protagonista Lee Everett, é hoje um dos nomes mais prestigiados da dublagem de jogos norte-americana em grande parte por este personagem.

Convidamos o Dave — um apaixonado pelo Brasil — para uma conversa sobre seu trabalho como Lee e sobre sua carreira e convocamos nosso amigo Makson Lima, um expert em horror virtual, para participar com algumas perguntas. Não deixem de conferir também a análise da Vivi sobre The Walking Dead.

[audio:http://www.girlsofwar.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Girls-of-War-Dave-Fennoy-Interview.mp3|titles=Entrevista com Dave Fennoy]

DOWNLOAD: Entrevista com Dave Fennoy | Áudio (mp3)

DOWNLOAD: Entrevista com Dave Fennoy | Tradução (pdf)

 

VEJA MAIS:

Site do Dave Fennoy

Facebook do Dave Fennoy

Twitter do Dave Fennoy

17 comentários
  1. leandro(leon belmont) alves

    já ouvindo, Bebs e Vivi. tenho expectativas boas para essa entrevista. e o visual desse sujeito na foto é bem….ah…Stargate?

    ouvir a Bebs falando em inglês tão fofo *__*

    ……

    ok, voltei ao normal

  2. paulohonda

    Foi uma entrevista muito interessante mostrando o quão o lado emocional pode ajudar o ator /atriz a interpretar o personagem.Dave pensou na filha para poder contruir seu personagem imaginando como num mundo real cheio de zumbis. A Bebs citou o exemplo Courtnee Draper que para atingir o ápice emocional exigido foi preciso de uma ajudinha de um colega.São lances assim que tornam os personagens cheios de vidas e que muitas vezes não reparamos.
    Parabéns a Vivi e a Bebs por mais esta entrevista fodástica e que façam mais entrevistas com outras personalidades do mundo gamer.

  3. georges

    Nossa é tanta coisa pra jogar com tão pouco tempo e dinheiro!

    Mais uma ótima entrevista! Da próxima vez vou tentar jogar antes desses posts kkkkkkkk

  4. Hélio

    TWD é, na minha opinião, o segundo melhor jogo desta geração. Melhor até q Heavy Rain, q já é espetacular.
    Sério, tinham horas q eu não acreditava q a história do jogo era tão boa.
    Criei um laço emocional fortíssimo com Clem, Lee e Kenny. Outros tbm me marcaram, mas esses 3 foram os melhores a meu ver.
    E todo episódio chocava, tinham umas decisões realmente fortes ali.
    Eu realmente quero muito saber o q acontece depois do quinto episódio, uma segunda temporada desse jogo tende a ser ainda mais épica.

  5. Alessandro Silva

    Curti muito a entrevista meninas!
    Vocês estão de parabéns!
    Desejo muito sucesso a todas vocês!
    Beijos!!!!!!!

  6. xxx

    ele elogiou bastante o brasil.Muitos americanos e principalmente as minorias americanas gostam muito do brasil, latinos , afrodescendentes e qualquer outro lugar, ou que seja isso tudo de minoria e maioria. Essa coisa toda de carnaval e liberdade eles curtem muito:D Galera entrevistem o pessoal de resident revelations e do castlevania lords of shadows: Robert Carlyle que o gabriel ou qualquer outro. A galera do uncharted , enfim queremos mais entrevistas se possível;D

  7. LucasPMTL

    Parabéns meninas! Muito legal a entrevista! Perguntas interessantes e talz. Continuem assim. Façam ainda mais entrevistas deste tipo.

  8. Thuni-chan

    Toda vez que ele falou “Clementine” nessa entrevista eu fiquei com a imagem do Lee na minha cabeça e então voltou a tristeza do último episódio na cabeça. ;-;

  9. Gutembergue Lucas Vila Nova

    Droga eu não resisti e acabei lendo toda a entrevista poxa já sei o final do game nãooooooooooooooooooooo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *