Carregando...
Entrevistas

Entrevista com Vanessa Jardim, ex-apresentadora da PlayTV

Além de várias publicações especializadas, ao longo dos anos fomos agraciados com ótimos programas de TV sobre games no Brasil. Dois deles foram PlayZone e Combo Fala+Joga, da PlayTV, dos quais uma das apresentadoras era a morena Vanessa Jardim.

Vanessa começou como modelo, o que a levou a morar um tempo no Japão, onde ganhou reconhecimento estrelando campanhas publicitárias. Um de seus trabalhos de maior sucesso na época foi a série de comerciais de Mentos, em que atuou junto de Reuben Langdon como Matilda e Jackie, um casal que sempre saía de enrascadas com a ajuda das poderosas balinhas de menta.

Mais tarde, Vanessa se tornou apresentadora, começando no programa musical NoBreak na MixTV e apresentando programas variados como os da PlayTV, sendo que o último trabalho na área foi um programa sobre cinema na HBO. Hoje em dia ela está no Rio de Janeiro, investindo na carreira de atriz.

A Vanessa, que além de linda é uma fofa, cedeu uma entrevista ao GoW e o resultado vocês conferem abaixo, onde ela fala sobre seu lado gamer e as experiências que teve na PlayTV e como modelo no Japão.

ENTREVISTA

1 – Você jogava videogame antes de começar a apresentar os programas sobre o assunto? Se sim, como era sua relação com os games?

Joguei muito em uma época da minha vida, lá pelos 10 anos, que foi quando minha irmã ganhou um Playstation. Antes disso jogava na casa de amigos, mas foi o bonequinho maluco do Sonic que me fez ficar viciada. Lembro que acordava pensando na hora de ligar o game. Alguns anos depois comecei a viajar muito e já não jogava muito em casa. No tempo que morei no Japão freqüentava muito as casas de games e eventos relacionados ao tema.

2 – E depois de ter entrado para a PlayTV, você passou a jogar mais videogame? Se sim, que tipo de jogos mais gosta?

Quando entrei na PlayTV, fazia muito tempo que tinha parado de jogar, mas confesso que foi muito divertido voltar a aprender. Eu tinha que experimentar todo tipo de jogo, mas os meus preferidos eram sempre os jogos de rpg. Para entrevistar eu adoro qualquer um de corrida e todos do Wii Sports. Meu ponto fraco são os jogos de futebol… Hoje ando jogando God of War. Adoro mitologia.

3 – Você morou um tempo no Japão, trabalhando como modelo. Como foi essa experiência?

A experiência de morar no Japão foi essencial em minha vida. Posso garantir que a cultura japonesa influenciou muito na minha educação. Eu era muito nova, aprendi sobre respeito, profissionalismo, responsabilidade, independência e solidão. Se eu não tivesse permanecido esses três anos lá, não sei o que seria da minha vida. Hoje sou uma pessoa que se adapta mais facilmente em morar em qualquer lugar e precisa estar em eterna mutação.

4 – Na época em que morou no Japão, você foi a personagem Matilda em uma série de comerciais de Mentos que parece ter sido um enorme sucesso por lá, certo? Como foi fazer esta personagem? Você chegou a ser reconhecida nas ruas? E como foi trabalhar com Reuben Langdon (que hoje é uma imporante figura na indústria de games e, inclusive, já foi entrevistado para o blog)?

A Mentos fez uma série de comerciais que contavam a história  desse casal de personagens. A Matilda e o Jackie. Foi o maior sucesso, se não me engano ganhou até alguns prêmios, inclusive em Cannes. As gravações eram incríveis! Fomos para Tailandia pra gravar o primeiro comercial da série. Trabalhar como atriz no Japão é muito gratificante, existe muito respeito por todos os profissionais. E a pré e pós produção de um filme é muito bem planejada. Parece cinema. Dificilmente alguma coisa dá errado. O Reuben também era ator, e extremamente dedicado, falava japonês fluente e mandava ver nas artes marciais. Foi um colega incrível! Nós nos divertíamos muito. Tenho fotos até hoje com a equipe, e acho que foi um dos melhores trabalhos da minha vida. As pessoas nos reconheciam na rua e recebi muitas cartinhas de fãs na agencia. Lembro de uma vez que fui seguida no metrô por um grupo de colegiais que ficavam me chamando de Matilda… muito engraçado.

5 – Como era a rotina de trabalho na época em que apresentava o PlayZone? Rolava muita pesquisa sobre o assunto e muita “jogatina” nos bastidores? E como era trabalhar com o Luciano Amaral?

Entrei na Play pra apresentar clipes musicais, mas logo no início já fui para o PlayZone. Foi aí que aprendi mais sobre o mundo gamer. Não jogava muito nos estúdios, praticava mais em casa mesmo, mas dia de Combo Fala + Joga era dia de “jogatina”. Trabalhar com o Lu era muito divertido, entende muito do assunto, e aprendi muito com ele. Inclusive sobre a profissão. Ele foi um fofo comigo que estava começando, e hoje somos grandes amigos.

6 – Você se lembra de casos engraçados que aconteceram durante as gravações do PlayZone ou do Combo Fala+Joga, que possa nos contar?

No Combo Fala+Joga a diversão ficava pra hora da entrevista. A pesquisa precisava ser um momento de concentração. Mas durante a conversa rolava todo tipo de imprevisto, como o jogo travar, microfone cair e etc… Às vezes os entrevistados se atrasavam ou estavam com pressa, aí nós tínhamos que nos virar… e depois ríamos do acontecido. Mas como era um bate-papo informal não tinha tanto problema. Foi mais difícil pra mim no começo, pois não tinha experiência em entrevistas ao vivo. No final eu já me sentia a vontade e foi mais tranqüilo. Eu me divertia mesmo com a matérias externas. Tínhamos uma direção da matéria, mas sempre ficávamos mais livres pra colaborar com a reportagem.

7 – E pode citar alguns momentos que, para você, foram memoráveis na sua época de PlayTV? Seja apresentando o PlayZone, seja fazendo reportagens externas ou até entrevistas que foram marcantes no Combo Fala+Joga.

Como sou apaixonada de carteirinha por cinema, todas as matérias que fizemos em pré-estréias, como “300 de Esparta”, e até mesmo entrevistas com grandes diretores como Jorge Furtado no Combo Fala+Joga, foram muito marcantes pra mim.

8 – E para os fãs que estão com saudades, onde podem ver mais de Vanessa Jardim em 2010?

A minha carreira de apresentadora deu um tempo para a minha carreira como atriz. Morei muito tempo em São Paulo apresentando. Meu último trabalho foi um programa sobre cinema na HBO. Agora estou no Rio, investindo na carreira de atriz. E espero em breve ter muita coisa boa no ar pra mostrar pra vocês!

Vanessa, muito obrigada pela sua participação no Girls of War! 😉

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=SN_a4mxppQo&fmt=18]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=1627jg2qNzg&feature=player_embedded&fmt=18]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=hfP1tMovhGE&fmt=18]

22 comentários
    1. Roberto

      Vanessa Jardim é PERFEITA!!! Casa comigo? =P
      Parabéns, Rebecca! Teu profissionalismo é fantástico! Ainda vou te ver apresentando algum programa sobre games na televisão também!

  1. James Sunderland

    Caramba, MUITO legal a entrevista, Bebs! 😀

    Realmente o mercado de jogos no Brasil é bem fraco, mas é fato que há muita gente especializada em jornalismo “gamístico”.

    Que carreira a da Vanessa, hein? Sempre tive vontade de trabalhar com games, em qualquer área. Pena que nunca assisti a PlayTV, mas não fazia ideia de que era ela nesse comercial do Boticário, eu sempre achei legal xD

    Muito sucesso na carreira dela, hoje e sempre!!

    1. Victor

      Bom, na PlayTV ainda passa o Mok, que é um programa diário de 15min que fala das novidades dos games e coisas que nerds gostam. ^^

  2. Didier

    Que gos….menina bonita que gosto de games e que nos deixa er…interessados no assunto.
    Senhora Rebeca esqueceu de falar da GAMETV que passa na PlayTV além do MOK que é do caralho fala muito de games e tecnologia e cultura pop em geral,porem boa parte do tempo é sobre games.

  3. m3str3_n00b

    Muuuuito legal a entrevista, Bebs.

    Agora que já bancou a repórter, que tal descolar aquela plaquinha de som (uma onboard mesmo) para rolar aquele terceiro GoWcast? XD

    Se vocês estiverem precisando de sugestões de um tema, que tal fazer um karaokê gamer? XD

    Bju! X-*

  4. D!gø

    caramba a playtv [GameTV] vai dexar saudade, espero que algum dia volte algum programa parecido com esse que realemnte marco e era o melhor programa da mix TV [ dps 21 eu acho]

  5. Sovereign

    Bem descolado essa entrevista, Rebeca. Quando a Vanessa trabalhou aqui no Japao? Eu nunca fui muito de assistir tv aberta aqui e nao lembro do comercial da mentos com ela. Fazem 12 anos que vivo aqui(direto) e nunca reparei nela. Nem que tivesse visto o comercial, acharia que ela era gringa(americana ou europeia), nunca desconfiaria que fosse brasileira =P
    P.S.Off: Rebeca, qual sua cor preferida entre azul, verde, vermelho, preto, branco e amarelo?ou pink…

  6. PH!

    Boa entrevista!

    A Vanessa era uma sacana durante a entrevista do Combo Fala+Joga! Fazia uma pergunta aos entrevistados e, durante a resposta deles, massacrava-os nos jogos. Os pobrezinhos, em sua maioria homens (não conseguimos fazer duas coisas ao mesmo tempo, vcs sabem), eram facilmente derrotados nos games. Alguns nem sequer conseguiam responder direito!

    Engraçado era q vez ou outra, qdo uma banda era entrevistada, sempre havia um integrante viajando no game, fazendo caretas ao jogar. Parecia nem perceber q havia uma entrevista rolando ali.

  7. Renan Rodrigues

    Eu adorava o fala+joga!!! Assitia todo dia quando ainda pegava na parabólica daqui de casa. Só que simplesmente parou de pegar.
    Mais uma lida mulher mostrando que mulheres gamers existem e não vivem só de jogar jogo da Barbie!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *