Tristes momentos do mundo dos games

Por Carla Rodrigues

Hoje o site Warp Zone postou um vídeo bem triste se despedindo da franquia Guitar Hero. Eles pegaram a melodia da famosa música American Pie e colocaram uma letra feita por eles mesmo expressando os sentimentos pelo fim dos dias dourados das guitarras de plástico – pelo menos dessa série. Nem preciso mencionar que como legítima órfã de Guitar Hero eu fiquei emocionada, né? Preciso de um abraço.

[youtube= http://www.youtube.com/watch?v=qgCvTedH06I&feature=player_embedded&fmt=18]

E no mesmo clima de despedidas, a Bizarre Creations teve as suas portas fechadas no último dia 18. Eles também fizeram um vídeo (esse é ainda mais triste) relembrando o que eles consideraram pontos altos da carreira do estúdio.

Depois de produzir a seguinte lista de jogos, o estúdio fechou as portas e fez o vídeo que vocês podem conferir logo abaixo:

* The Killing Game Show / Fatal Rewind — Amiga (1990), Atari ST (1990), Mega Drive (1991)
* Wiz ‘n’ Liz — Amiga, Mega Drive (1993)
* Formula One — PlayStation, PC (1996)
* Formula 1 97 / Formula One: Championship Edition — PlayStation, PC (1997)
* Metropolis Street Racer — Dreamcast (2000)
* Fur Fighters — Dreamcast, PC (2000)
* Fur Fighters: Viggo’s Revenge — PlayStation 2 (2001)
* Project Gotham Racing — Xbox (2001)
* Treasure Planet — PlayStation 2, Game Boy Advance (2002)
* Project Gotham Racing 2 — Xbox (2003)
* Project Gotham Racing 3 — Xbox 360 (2005)
* Geometry Wars: Retro Evolved — Xbox Live Arcade (2005), Windows Vista (2007), Windows XP (via Steam) (2007)
* Boom Boom Rocket — Xbox Live Arcade (2007)
* Project Gotham Racing 4 – Xbox 360 (2007)
* Geometry Wars: Galaxies – Nintendo DS, Wii (2007)
* The Club — Xbox 360, PlayStation 3, PC (2008)
* Geometry Wars: Retro Evolved 2 — Xbox Live Arcade (2008)
* Geometry Wars: Touch – iOS4 (via iTunes App Store) (2010)
* Blur – Xbox 360, PlayStation 3, PC (2010)
* James Bond 007: Blood Stone – Xbox 360, PlayStation 3, PC (2010)

[youtube= http://www.youtube.com/watch?v=d8c8e87voTQ&feature=player_embedded&fmt=18]

Já pegaram os lencinhos para enxugar as lágrimas?

Carla Rodrigues
Share on Tumblr
Feed do Post
22 Comentários em "Tristes momentos do mundo dos games"
  1. PH!
    21/02/2011

    Minhas sinceras condolências a vc, Carlinha. Espero que supere essa fase e que guarde as boas lembranças (que no caso são, obviamente, jogos e guitarras!)

    Caramba, não me lembro de ter jogado NENHUM game feito pela Bizarre! Mesmo assim fiquei triste com o vídeo (imagens desconexas em câmera lenta com uma trilha lenta de piano ao fundo SEMPRE emocionam)!

    • LeonardoNerd
      22/02/2011

      Perdeu muita coisa meu amigo.

      Se tiver oportunidade, jogue Project Gotham Racing 4 e/ou Geometry Wars.

  2. 21/02/2011

    Cara, Guitar Hero já tinha morrido, só faltava o atestado de óbito. Ele morreu no dia em que a Harmonix deu linha e lançou Rock Band, basicamente. Dali em diante, Guitar Hero virou um zumbi que tentou imitar os humanos ainda vivos, mas… Não dava.

    E a Bizarre, hein? Não durou três anos sob dona Activision. O bizarro (TUM-TUM-TISCH!) é que a p**** da Activision foi inventar de pegar um estúdio, encher ele de dinheiro para:

    1. Fazer MAIS UMA franquia de corrida e lançá-la quando? Bem no meio de Split/Second e ModNation Racers – e com os fãs de corrida/carros na expectativa de que Gran Turismo 5 estava para sair (o que acabou ficando pra depois). Mais tarde no ano, ainda viria F1 2010 e Need for Speed: Hot Pursuit. Muito jogo de corrida pra um ano só.

    2. Pedir que fizessem um jogo de James Bond, quando a especialidade dos caras é corrida (e não, The Club não os credenciava bem).

    Depois quer que o estúdio venda milhões? Fala sério, foi como pôr uma fantasia de Coelho da Páscoa em um cara gordo de de barba branca e pedir para ele tentar bancar o Papai Noel no meio da Praça da Sé. Nunca que ia dar certo.

  3. PH!
    21/02/2011

    Ah, sim, tó um abraço!

    E, só relembrando, já falei q as vezes vc me dá medo, né Carlinha? Fala de sangue com naturalidade, depois de amor, aí veio com mais sangue e volta a ser uma menininha frágil e carente. Quantas Carlas há em vc?

  4. Lecard
    22/02/2011

    Bem, o fim de guitar hero…. até que não choro tanto (apesar de adorar a série… estavam sem ter muito para onde inventar, né?)

    Mas pooooo… o bizzare creations…. poxa, achei o Blur tãoooo sub-valorizado! Joguinho divertido (ainda mais para jogar com os amigos, seja on ou offline).
    Espero que os servidores se mantenham no ar por um bom tempo…

  5. Hélio
    22/02/2011

    Triste é MGS… O resto dá pra suportar sem cair na choradeira rsrs (zuera).
    Não, eu confesso q já estava de saco cheio tbm dos GHs, mas acho q não necessariamente precisariam acabar com a série, talvez o certo seria trazer coisas legais pra ela se inspirando no Rock Band. Pois Tomb Raider passou por anos de má fama e se levantou (mesmo Uncharted tendo roubado o trono de Lara inquestionavelmente).

    • 22/02/2011

      Para mim MGS foi que nem Beatles, terminou na hora certinha antes de terem tempo de cagarem tudo. Meu maior desejo hoje é que o Kojima trabalhe em algo diferente (meu sonho: Um game sobre Inception dirigido pelo Hideo Kojima)

      • Hélio
        22/02/2011

        Infelizmente não terminou totalmente… MGS Rising vem aí, e eu estou com medo q continuem mexendo na série…

  6. Ana
    22/02/2011

    Confesso que eu fiquei meio triste com essa música 100% pra baixo. XD Sentirei falta do GH! Parece q foi ontem que joguei o primeiro XD
    Bjs =*

  7. 22/02/2011

    Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao!
    Eu ainda não comprei o meu Blur Para PC eu vi um amigo jogando no xbox360 que me deu vontade de ter! =/
    Malditos piratas! Ferram com as pequenas franquias muito mais que as grandes ><"

    Não estou falando pra Capcom falir senão eu vou virar o novo Scoot Pilgrin contra o mundo, mas o que me irrita é isso na pirataria, tira os lucros de todos até dos novatos ou pequenos estudios que vem com ótimas idéias e no fim quem curte sai perdendo…

    Espero poder ter Blur antes de pararem de produzir.

  8. Marcelo
    22/02/2011

    Carlinha, quer casar comigo?

    • 22/02/2011

      Você já não me pediu em casamento uma vez?
      Não acredito que ainda não estamos casados.

      • Filipe San-tos
        23/02/2011

        Na ultima vez vc se caso comigo TA ME CONFUNDINDO NÃO ME RECONHECE MAIS QUERO DIVORCIO
        (é brincadera carla)
        Eu tambem amo guitar hero e até hoje sou incapaz de jogar no expert isso é minha proxima meta desse ano
        falow bejos a todas e um aperto de mão ao resto

  9. LeonardoNerd
    22/02/2011

    Morre a Bizarre, graças a uma empresa que só pensa em dinheiro e que não tem o minimo planejamento.

    Sorte que seus funcionários logo serão absorvidos por outras empresas.

    PGR4 é um dos jogos de corrida mais legais que já joguei, certamente é triste saber que talvez nunca veremos PGR5.

  10. 22/02/2011

    Poxa, que triste!! =/

    Guitar Hero marcou meu começo de namoro com meu maridão!

    Acabar assim dá muita tristeza…

    Nem sei mais o que fizer! =/

    Buaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  11. Mih
    22/02/2011

    Também sentirei falta do Guitar Hero TT^TT

    Pra mim,um dos momentos mais tristes foi quando cancelaram aquele game das Panteras pra Ps2:

    http://jogos.uol.com.br/playstation2/fichas/charlesangels.jhtm

    (Inclusive já perdi a conta de quantas vezes assisti o primeiro filme e o segundo xD).

  12. georges
    22/02/2011

    Guitar Hero vai deixar saudades…
    Sentirei falta da bizarre tmb.

  13. Flávio
    22/02/2011

    A musica do Guitar Hero quase me fez ir as lagrimas também (QUASE)

  14. Sovereign
    23/02/2011

    Quando devolverem minha guitarra e o GH5, irei jogar pra matar as saudades. Dos jogos listados, unico que tenho e joguei foi o PGR1 do xbox. Sorte que ainda tenho o console e o jogo. Depois que vendi o dreamcast e todos os jogos, arrependi do fato e agora nao vendo mais nada. Guardo tudo.

  15. Guto Collares
    25/02/2011

    Gerência excessivamente gananciosa é “killer” de empresas. Não precisa de MBA em Administração por Harvard pra ver isso. O colega ali de cima está corretíssimo.

    “Morre a Bizarre, graças a uma empresa que só pensa em dinheiro e que não tem o minimo planejamento”

    Pandemic Studios (Mercenaries, The Saboteur) também faleceu por conta desses problemas, assim como estes nomes (pausa solene, sinfonia fúnebre ao fundo):

    – Sierra (Gabriel Knight e o original Leisure Suit Larry), tornou-se publisher e parou de desenvolver jogos.
    – MicroProse (X-Com ou UFO: Enemy Unknown, Civilization) fundada por Sid Meier, foi extinta;
    – 3D Realms (Duke Nukem) tornou-se publisher e parou de desenvolver jogos;

    A lista poderia ser muito maior, tivesse eu o tempo e a paciência para isso.

    A própria toda-poderosa Squaresoft passou maus bocados (deveria eu dizer “péssimos”) após o lançamento do Final Fantasy: The Spirits Within. Quase quebra, com perdas estimadas de 120 milhões de dólares. O déficit colocou a corporação numa situação tão negativa que postergou a fusão com a rival Enix.

    Fica a lição: Games, ganância exagerada, egos inflados e má-gestão são uma combinação bombástica.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.