TGS '08: Bayonetta

Tags: Bayonetta, Bayonetta info, Bayonetta TGS 2008

Por Carlinha Rodrigues

Esse é o novo trailer da Bayonetta mostrado no TGS. O jogo sairá para Xbox 360 e PlayStation 3 em Novembro de 2009. A moça que aparece de todos os ângulos imagináveis – mesmo! – é a personagem principal que leva o nome do jogo. Bayonetta é a nova criação de Hideki Kamya, que tem no currículo Resident Evil 2 (1998), Devil May Cry (2001), Okami (2006) entre outros.

 

 

Apesar de ter gente falando por aí que a Bayonetta é sexy, eu achei um tanto quanto… er, esquisita. Não, não é dor de cotovelos ou crítica ao jogo, muito pelo contrário, eu aposto minhas fichas de que Bayonetta terá muita ação e agradará principalmente jogadores que buscam algo do mesmo estilo de DMC, mas que a protagonista é um tanto quanto exótica, isso é.

 

Porém, uma das coisas mais legais no jogo é justamente a personagem. Uma nova heroína de ação surge em uma era de grandes nomes masculinos estrelando jogos de altas produções, com exceção da eterna Lara Croft, é claro. “Desde o princípio, algo que eu sentia fortemente era que o protagonista deveria ser mulher. Um “ataque capilar” é algo que somente uma mulher consegue fazer – é a beleza da mulher. Então foi por isso que eu tive a idéia do cabelo.”, disse Hideki Kamya em entrevista à EGM.

 

Pois é, para quem não entendeu, o corpo da Bayonetta é completamente revestido por cabelo mágico. Onde? Vocês só estão vendo a roupa preta? Então, não é roupa… É cabelo. Depois vocês não querem que eu chame a moça de esquisita. O cabelo é utilizado em ataques, quanto mais poderosos os golpes, mais cabelo ela precisa usar, em conseqüência disso, mais pele fica à mostra. Bayonetta usa sua força para manter o cabelo no corpo, então você pode imaginar o que acontece quando a garota fica fraca ou apanha pra caramba né?

 

O dragão que aparece no final do trailer é uma demonstração do poder capilar de Bayonetta. Ele aparece quando o jogador utiliza um determinado combo de controles onde o monstro aparece rodeado por uma densa fumaça, que na verdade é cabelo.  Caso a protagonista acorde em um bad-hair-day ou tenha esquecido de lavar os cabelos, ela possui quatro armas como equipamento, uma em cada mão e duas nos pés, onde os canos também funcionam como saltos, no melhor estilo Priscila Rainha do Deserto com sapatos mega extravagantes.

 

 

As armas têm até nome, Parsley, Sage, Rosemary e Thyme, que juntas são conhecidas como Scarborough Fair, nome de uma música da dupla Simon & Garfunkel, de quem Hideki Kamiya é fã.

 

O jogo tem tudo para ser excelente e inovador, como diria meu colega Pablitow Raphael, aparentemente é um Devil May Cry de saltos, o que só pode ser coisa boa. Vale a pena esperar até o ano que vem e até lá ir assistindo os trailers, os meninos provavelmente vão querer assistir em alta definição.

Carla Rodrigues
Share on Tumblr
Feed do Post
18 Comentários em "TGS '08: Bayonetta"
  1. Clarice dos Santos
    12/10/2008

    Meu deus,que jogo BIZARRO Carla!!!!!!
    O.O
    A cuecada vai ao delírio com Bayonetta hein??huahuauauhauhauha
    Eu quero brincar com esse jogo – mas NINGUÉM substitui o Dante ou o Snake..hunf!

  2. 12/10/2008

    Confesso que acho o design da personagem meio esquisito, mas cada novo video que aparece comprova que estamos diante de uma obra no nível dos melhores jogos de ação.

  3. 12/10/2008

    Ah! E esse Pablitow ai não manja nada.

  4. 12/10/2008

    “Caso a protagonista acorde em um bad-hair-day ou tenha esquecido de lavar os cabelos…” – Comentários assim a gente só consegue em blogs femininos! Acho que a Bayoneta sofre da sindrome da Psylocke, do X-Men – Mutant Apocalypse, de Super Nintendo.

  5. 12/10/2008

    Olha, desde o início achei a proposta meio esdrúxula por conta dos revólveres-sapato (se pá, um dia lançam de verdade no mercado e povoarão a categoria Calçados do Radugetz).

    Depois que li esse lance de cabelo mágico que reveste a roupa e faz poderes mágicos (não tecnológicos) fiquei ainda mais cabreiro, meu.

    Ainda achei patético o Hideki Kamiya pintar como algo fantástico, revolucionário e matador o fato de que quanto mais poderoso o golpe utilizado, mais cabelo necessitará e, por conseqüência, mais despida a bruxinha aí fica. Deplorável, um tanto quanto preconceituoso e machista.

    Todavia, para quem curte DMC creio que será um banquete de alegria. De fato, os vídeos de jogabilidade parecem muito, muito divertidos. Essa perseguição do titã de pedra ilustrada na segunda foto do post me parece particularmente fantástica. Mas não consigo tirar da cabeça o lance de que todo poderzinho é cabelo…

  6. Sniper
    12/10/2008

    Só eu aqui gostei? A idéia é sim esdrúxula, mas não me importo. O jogo não tem a ambição de ser um algo realista. É uma feiticeira, oras! Já vi coisas piores. Apelações à parte, acredito que será um jogão.

  7. Wallace "Wakko" Morais
    12/10/2008

    Fora da realidade é dizer que o Super Homem pode enfrentar o Scorpion de igual pra igual e dizer que os poderes se igualam porque “eh magia”! xDDDD

    Eu defendo a visão do Sniper, se fosse pra ver algo realista, eu via novela das 9h! xDD

    Também acho que foi um jogo do tipo pra apelação pro público masculino…mas peralá… eu queria ver se a mulherada gamer ia amar o Dante se ele fosse um nerd corcunda carregando um IPhone de arma! =P

    Agora de uma coisa eu tenho que dizer… nesse jogo eu vou perder muitas vezes! xDD

  8. 12/10/2008

    Vou confessar que vendo as imagens eu achei interessante, depois de ver o video eu achei ela um “Dante” de salto alto XD

    Eu gostei muito do que você ecsreveu, Carlinha, e isso ate me incentivou mais a conhecer mais do jogo. Eu que sou fã de Devil May Cry (pode perguntar pra Clarice ela me conhece bem XD) vou adora jogar um jogo com um estilo parecido, mas que tem um charme diferente.

    Coitada é das cosplayers que vão querer faze-la XD Aquele saltinho vai ser horrivel de fazer XD

  9. 12/10/2008

    Pelo menos haverá uma alternativa à Ninja Gaiden e DMC!

  10. 12/10/2008

    Pra mim Bayonetta é um jogo intrigante…
    Não dúvido nada que seja uma cópia feminina de DMC, mas nada supera o Dante. Nada mesmo.
    Mas mesmo assim, vou esperar para ver mais do jogo.
    Eu acho ele inovador, pelo o simples fato dele ser uma Bruxa que usa como ataque pistolas e cabelo mágico (q?).
    Tenho pena de quem invetar de fazer um cosplay dela…
    Mas queria ver a dita cuja katana que ela vai ter tbm no jogo.

  11. 13/10/2008

    “ela possui quatro armas como equipamento, uma em cada mão e duas nos pés, onde os canos também funcionam como saltos, no melhor estilo Priscila Rainha do Deserto com sapatos mega extravagantes.”

    A primeira vez que saiu alguma informação sobre esse jogo o Gaygamer.net declarou esse o jogo mais drag do mundo tanto por isso quanto pelo esquema do cabelo xD
    E depois de ver esse negocio da roupa ser feita de cabelo … eu meio q concordo =P

    Tb achei meio exagerado demais tudo isso … mas por outro lado …legal !
    A parte mais legal do primeiro DMC foi justamente o extremo exagero de quando ele pega a espada q corta ele ao meio e ele aje como se fosse a coisa mais normal do mundo =P

    E… seria pedir demais cosplay da Sindel como roupa alternativa ? xD

  12. 13/10/2008

    Torceremos então para que não seja chapinha, ou a guria aí jamais luturá na chuva…
    Será?

    Se eu fosse produtor do jogo, com certeza faria todos os power-up em formato de vidrinho de shampoo. Condicionador seriam itens healing. Tinturas booster de habilidade, tipo loiro acaju – strength, vermelho mary jany – hit’s e por aí vai.
    super criativo. rsrsrs.

    tsc…tsc..
    Essas modernidades…

  13. 13/10/2008

    E viva a japonesada viciada no 5×1.

    Sei lá, quando eu vejo que não passa de uma cópia fiel de Devil May Cry, e que o “cabelo” é a arma principal, só me leva a crer que estamos realmente passando por uma crise criativa no mercado de games.

  14. 14/10/2008

    Concordo com a Carlinha. A Bayonetta é um pouco esquisita, excêntrica, mas também não deixa de ser sexy. Uma heroína de óculos de grau é novidade, não?
    Não gostei da história dos cabelos que viram roupa e vice e versa. hehehe

  15. Wesley Pires
    14/10/2008

    Putz, apesar do jogo parecer fodástico, o pessoal (incluso eu) fica com um pé atrás, tendo em vista que é a Sega que está fazendo.
    Mas, apesar de tudo, espero que seja um sucesso. E com certeza, o publico masculino espera mais videos com outros “pontos de vista”, se é que me entendem.

  16. 14/10/2008

    É do mesmo pessoal que tá fazendo Madworld. Não tem erro.

  17. 19/10/2008

    uma mulher dessas não deve costumar se depilar…
    ECA

  18. 12/10/2009

    […] TGS ‘08: Bayonetta […]

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.