Overlord 2 – O adorável Senhor do Mal ataca novamente!

Tags: Codemasters, overlord, Overlord II, Triumph Studios

FOR THE MAAAAAAASTEEEEER!!!!!

Por Vivi Evil Werneck

Overlord foi um game que chamou muito a minha atenção. Primeiro que o foco principal do jogo é você ser “du mal”, apesar de alguns anjinhos (de nobre coração que vão todos os dias ao bosque colher lenha) remarem contra a corrente e jogarem o game como good. Aff… Enfim… Outra parte muito show foi você ter a disposição uma verdadeira horda de ursinhos carinhosos do capeta para matar e morrer por você. E, sinceramente, vê-los devastando cada átomo que eles encontram pelo caminho vale cada bug miserável do game (E quando algum minion fica preso na parede? Que ódio!) Acho que nunca ri tanto jogando um RPG na vida!

Mas por que todo esse papo sobre gremilins adestrados e um Overlord, que se acha o último biscoito do pote? Simples. É que a Codemasters anunciou o lançamento de Overlord II – que a holandesa Triumph Studios está preparando para PC, Xbox 360 e PlayStation 3 –  para o dia 23 de junho nos EUA e 26 do mesmo mês para a Europa. Para o Brasil o game deve chegar nos meses seguintes, ainda sem data confirmada.

A continuação de Overlord “aumenta massivamente o raio de ação do conceito original”, de acordo com Lennart Sas, HIT THE SNOW BALL!!!diretor e líder de desenvolvimento do game na Triumph Studios. O jogo apresenta um novo overlord, exatamente como havia sido indicado na cena final da expansão Overlord: Raising Hell, e confronta o Glorious Empire – inspirado no império romano -, que tem planos de acabar com toda a magia e dominar o mundo.

O título continua sendo ambientado em um mundo de fantasia, porém referências ao mundo real se fazem presentes em piadas e eventos relacionados à política e aos problemas com o meio-ambiente, por exemplo.

Agora bem maior! (uiii)

O primeiro “Overlord” se baseava em um mecanismo em que o jogador controlava diretamente o soberano que então dava ordens para uma pequena legião de demônios, muito simpáticos e felizes, para resolver quebra-cabeças e atacar inimigos. Esse estilo de jogo se mantém na sequência, mas o conceito será expandido e melhorado.

"Sleep dog!" (Ei, isso não era o Nero que falava??? rss)Segundo Sas, “do mundo subterrâneo (Netherworld) você erguerá um exército de pequenos demônios leais que são mais destruidores e mais espertos que antes – agora eles podem fazer mais coisas para seu mestre, como guiar veículos, usando máquinas e pilotando navios de guerra em batalhas avassaladoras”. Sas afirmou que a equipe de produção melhorou consideravelmente os controles e gráficos para esta sequência com intuito de tornar o jogo mais atraente para uma audiência maior.

A história é assinada por Rhianna Pratchett (under my umbrella, ela, ela, ê, ê…), que ganhou o prêmio do sindicato de roteiristas do Reino Unido pelo seu trabalho no primeiro Overlord. Ela também foi responsável pelas histórias de Heavenly Sword (2007) e Mirror’s Edge (2008). Girl power!!! Yeaaahhh!!!

Err... Maybe "hit the snow ball" isn't a safe thing to do....
(Com informações do UOL Jogos)

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
12 Comentários em "Overlord 2 – O adorável Senhor do Mal ataca novamente!"
  1. Master Kim
    01/05/2009

    RÁ! Esse eu compro no lançamento (se der)!!!

  2. Renan Rodrigues
    01/05/2009

    Eu já ouvi falar desse jogo!! SE for o que eu estou pensando eu já joguei.

    E pela 1ª vez eu não vou ficar lamentando por não ter um videogame!Porque vai sair pra pc! E eu tenho um pc!!

  3. Master Kim
    01/05/2009

    Nossa! Eu ainda nao joguei a expansão Overlord: Raising Hell. Tenho da um jeito de jogar, mas Raising Hell tem para pc ou saiu só para ps3?

    No mais, espero que esse novo jogo tenha mais variedades de demonios, nao que 4 é ruim, mas se tiver mais tipo seria mais divertido!

  4. aureliox
    01/05/2009

    Depois que eu formatei o meu PC (snif) não tive mais coragem de instalar o Overlod. Na verdade, antes mesmo dessa “limpeza” eu já tinha deixado Overlord um pouco de lado. O jogo tem todos os elementos para ser um sucesso – principalmente ambientação e gráficos – mas não sei, faltou alguma coisa… No inicío é uma maravilha, o mundo parece repleto de oportunidades e as criaturinhas uns capetas divertidos; mas depois se torna repetitivo, muito focado nos puzzles e a história perde a força. Tipo, foi meio frustrante, sofrer tanto a procurar dos outros, para descobrir que os melhores “gremlis” são mesmo os primeiros. Pegar “almas” para poder invocar os vermelhos é um saco, e os azuis são tão fracos que levam um ano pra quebrar um vaso de porcelana. E o Overlord, apesar da pompa, parece mais um rei de xadrez: lento e indefeso.

    Mas não quero dizer que o jogo é ruim, o saldo é positivo, só que poderia ser bem melhor (tomara que o 2 seja). Tenho que falar que o mundo fantástico que criaram, povoado de anões e hobbits é o máximo; a idéia geral do personagem lutar para reerguer seu império maligno é muito interessante; sem falar nos comentários irônicos do conselheiro, e a possibilidade de torrar camponeses… da pra rir um bocado.

  5. 01/05/2009

    eu ainda nao comprei o primeiro overlord pq nao consegui encontrar por aqui.
    mas tb, esse povo tah brincando com a minha cara. lançamentos de junho: batman arkham asylum, prototype… só pra citar por cima.

  6. 01/05/2009

    Lá vou eu meter (ui) a mão do cartão de crédito de novo! ¬¬

  7. 01/05/2009

    No meu caso ainda chega a ser pior, pois, além dos jogos de PC, DS e GBA, ainda têm a minha outra paixão: o cinema. Devo ter cerca de 250 DVD’s de filmes e ainda estou longe de terminar a coleção…

    Não é a toa que o meu cartão está quase sempre no limite. XD

  8. Eduardo Peixinho
    04/05/2009

    Esse jogo é a sua cara Vivi. Pelos vídeos já dá pra ter uma idéia do vamos ter pela frente…
    A dica da Rebeca sobre a série do Discworld é muito bacana, já li alguns (A Cor da Mágia, A Luz Fantástica, Direitos iguais Rituais Iguais e o Oitavo Mago).

  9. 05/05/2009

    Esse game é tão a cara da Vivi…
    ahuahauhauhauhau

  10. 05/05/2009

    Se não me falha a memória essa Rhianna é filha do Terry Pratchett.

  11. 05/05/2009

    Esse jogo parece que é bem interessante, apesar de ser do estilo do Destroy All Human, diverte no começo mas depois enjoa.

    Mas o que me empolgou é a idéia de poder fazer toquinha de cabeça de foca

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.