GeoHot leva mais um Grammy para casa

Por Carla Rodrigues

Vocês sabem quem é o rapaz sorridente da foto? Ele é George Francis Hotz, ou, como é conhecido no mundo da música, GeoHot. Ele subiu ao palco do Grammy Awards ontem onde cantou com Rihanna a canção Jailbreak – de autoria própria e não o clássico do AC/DC.

Mas de verdade verdadeira GeoHot é um hacker que ajudou a desbloquear o iPhone e, mais recentemente, ajudou a criar o Jailbreak do PlayStation 3 que permite o console rodar jogos piratas. Ele e mais alguns amigos do seu navio pirata estão sendo processados pela Sony exatamente por essa ação e em resposta a isso o pirata de 21 anos resolveu postar um rap de autoria própria no youtube.

A letra fala que ele está sendo processado pela Sony e que ele é uma personificação da liberdade, entre outras coisas.

Para saber mais sobre GeoHot e o Jailbreak eu recomendo esta matéria que escrevi com o meu colega Jefferson Kayo para o GameTV.

Segue a letra da musiquinha:

Yo it’s geohot
And for those that don’t know
I’m getting sued by Sony
Let’s take this out of the courtroom and into the streets
I’m a beast, at the least, you’ll face me in the northeast
Get my ire up, light my fire
I’ll go harder then Eminem went at Mariah
Call me a liar
Pound me in the ass with no lube, chafing
You’re fucking with the dude who got the keys to your safe and
Those that can’t do bring suits
Cry to your Uncle Sam to settle disputes
Thought you’d tackle this with a little more tact
But then again fudgepackers, I don’t know Jack
I shed a tear everytime I think of Lik Sang
But shit man, they’re a corporation
And I’m a personification of freedom for all
You fill dockets, like thats a concept foreign to y’all
While lawyers muddy water and TROs stall
Out of business is jail for me
And you’re suing me civilly
Exhibit this in the courtroom
Go on, do it, I dare you

Fonte: KotakuBR

Carla Rodrigues
Share on Tumblr
Feed do Post
32 Comentários em "GeoHot leva mais um Grammy para casa"
  1. 14/02/2011

    Não acho que fazer com que o console copie por inteiro o jogo em Blu-ray para o HD seja exatamente uma pirataria. Pra mim isso é mais como um tipo de backup, e apesar de não ser exatamente legal seria como um jeito também de preservar o leitor do console e aumentar seu tempo de vida útil.

  2. aureliox
    14/02/2011

    Eu apoio o GeoHot

  3. 14/02/2011

    Mas enfim também, é aquela velha discussão de anos de pirataria e preços abusivos devido aos altos impostos de sempre. Sem dizer a velha desculpa da cotação do dólar, ou seja, lá qual moeda for.

  4. 14/02/2011

    Aqui no Brasil agente entende a realidade dos preços abusivos. Mas pirataria nos EUA ? Lá o jogo é praticamente de graça.
    O pessoal lá sofre de pão durismo. XD

    • 16/02/2011

      @victorfoll: Eu acho que isso não é um problema para eles.

      Público-alvo não é só quem você quer atingir. Público-alvo é uma parcela da população que está disposta a dividir parte do dinheiro dela com você, em troca de bens ou serviços. As pessoas que pirateiam, e isso em qualquer lugar do mundo, são pessoas que não teriam condições de manter um console de outra maneira. Logo, eles não são público-alvo. Tire a pirataria deles e eles simplesmente não vão mais jogar. Em países desenvolvidos (onde o faturamento bruto é ganho), essas pessoas são uma minoria pífia.

      Um cara que só compra games originais, mas usados, machuca mais a indústria e os desenvolvedores que um que pirateia.

  5. Mih
    14/02/2011

    Pra quem não conhece a Jailbreak original:

    [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=S5xnc1p7BMk&w=480&h=390]

    Uma das melhores músicas do Ac/Dc,depois de Back in Black e Highway to Hell *_____*

  6. Vandrei
    14/02/2011

    Pirataria no VG sempre existiu, claro que o melhor é comprar o original com a caixinha e cheio dos encartes, sem contar aquele cheiro do disco original, diferente daquele cheiro de mídia printable do camelô. Realmente o preço é ABUSIVO aqui no Brasil, basta ver os preços dos jogos que foram vendidos pelo projeto Jogo Justo, e dou maior apoio ao projeto. O problema do Jailbreak do PS3 é que a PSN ficou recheada de cheater. De boa, a Sony deveria fazer que nem a Microsoft … encontrou firmware pirata: BAN.

    Não acho justo eu tirar leite de pedra dos meus bolsos para comprar um jogo original e um cara que foi lá, pegou o jogo piratão em um torrent, jogar na PSN.

    Sem cotar que quando a pessoa faz aquele esforço extra no trabalho para ganhar uma grana a mais e comprar um jogo original a pessoa dá muito mais valor ao jogo. Quando o jogo é pirata, rola uma certa “abundância” de jogos e no final a pessoa não joga nem a metade.

  7. Hélio
    15/02/2011

    É sempre a mesma história: as empresas prometem q encontraram a “solução definitiva” contra a pirataria”, até q chega um hacker como esse GeoHot e acaba com tudo.
    Não tem jeito, ou as produtoras descobrem um jeito de baratear os jogos pra anular a necessidade de piratear ou esse tipo vai continuar acontecendo…

  8. 15/02/2011

    Cara pra mim pirataria sempre foi um desrespeito(além de crime) as pessoas que dedicaram dias, horas, meses e anos de sua vida trabalhando em determinado projeto. Sinceramente esse geohot é um safado cara de pau, pra mim isso aí é a velha mania que alguns seres humanos tem de sempre levar vantagem em tudo(principalmente nós brasileiros), cara os jogos aqui realmente são caros, mas se VC decidir comprar um por vez a cada mês dá certo sem quebrar o seu digamos assim “Caixa” e ás vezes rola até promoções para alguns jogos que VC consegue comprar mais de um numa compra só, mas sinceramente, eu acredito que nem barateando seja certa uma vitória contra a pirataria.

    • 16/02/2011

      Só deixando uma coisa clara: Pirataria envolve distribuição. Quem compra pirataria não comete um crime, mas um ato de desobediência civil. É a mesma diferença entre traficante e usuário.

  9. 15/02/2011

    Que os preços do games e outras mídias aqui são um absurdo não são de hoje, mas colecionador que se preze como é o meu caso e acredito que seja o caso da maioria dos leitores aqui no blog não costuma comprar nada pirata, como já vi vários casos em que alguém que joga só por jogar até zerar o jogo e depois passa pra frente vendendo ou trocando por outro ou no caso de um CD, por exemplo, em que uma pessoa não é exatamente fã de determinado artista/músico e gosta só dos Hits dele e acaba comprando ou baixando pela net mesmo. Se bem que na minha visão produto pirata mesmo é algo que foi criado inventado por alguém, ou seja, um produto não oficial mais ou menos tipo um Bootleg (apesar de que Bootleg significa pirata oficial) e algo que foi copiado na minha visão é falsificação. Isso sem dizer também que a maior parte ou tudo que é criado para burlar algo e/ou ajudar na “pirataria” é criado lá fora e não aqui no Brasil.

  10. Thyago
    15/02/2011

    Bom d todo modo o desbloqueio dos vG é util e horrivel ao msm tempo peguem o wii por exemplo q tem um dos sistemas mais horriveis q ja vi e por isso muita gente usa homebrew simplesmente pra usufruir de mais formatos de musica video e até do póprio dvd ja q o wi ñ permite… o uso d homebrews eu apoio porem acho que devia ser algo legalizado pelas empresas ai resolvia muito problema agora o jailbreak viro algo que ñ ta so ferrando jogador pirata como tbm os jogadores honestos pq tipo ñ é facil vc detecta mod no proprio software d algo primero pq c mexe muito vc vai faze para d funciona normalmente e dps eles teriam q resolve isso d novo e agora qt a compra jogo é simples pega d sites do exterior sai bem + barato tipo tem muito jogo q eu to comprando assim agora q ñ ta saindo nem 30 reais cada… sites bons pra isso é o playasia e o estarland os dois tem um frete barato e chega muito bem em suas mãos(por ironia o frete no playasia é mais barato q o frete no brasil) e c vc ñ passa d 50 dolares ñ tem imposto simples

  11. Fabão
    15/02/2011

    preço de jogo não é desculpa pra pirataria, o jogo pode vir a ficar bem mais barato e msm assim vai ter gente q vai querer piratear, minha opinião é q pra pirataria diminuir é preciso q “Geohots” da vida sejam punidos, ou com prisão ou com multas estratosféricas, só assim pra inibir a pirataria, enquanto tiver esse sentimento de impunidade e falso anonimato q rola na internet, nada vai mudar.

  12. Ironfist
    15/02/2011

    Não gosto de rap, mais até que a letra esta bem feita =p

  13. 15/02/2011

    Esse geohot é um babaca. Desculpem o palavrão, mas foi inevitável. Personificação da liberdade ?????!!!!!
    Tenha paciência !
    O cara é um hacker e se diverte quebrando (de forma ilegal) a proteção de dispositivos eletrônicos. E essa máscara de “defensor da liberdade” me dá vontade de vomitar !!!
    #prontofalei

    • João Marcos
      18/02/2011

      Ufa, e eu achando que era o único a achar isso!
      Bom saber que não sou o único louco no mundo! :D

  14. Ironfist
    15/02/2011

    Por parte eu não entendo isso, nos Estados Unidos os games não são bem mais baratos? por que comprar games piratas então…

    • Gui
      16/02/2011

      A questão não é compra de jogos piratas e sim a entrega de bandeja do código chave do PS3 – Não vêem que esse cara é mais marqueteiro do que hacker. Outra coisa, não foi ele que desbloqueou o PS3 não, ele literalmente pegou carona no jailbreak – o bendito aparelhinho. Um hacker não se vende assim, ele quer emprego galera…

      A confusão é porque o nome do desbloqueio é o mesmo do Iphone que ele realmente desbloqueou.

      Outra, um video-game (PSP, PS3 por exemplo), ainda mais hoje, não são desbloqueados somente para jogos piratas, a abertura permite rodar homebrews, ótimos programinhas que melhoram o desempenho do video game como emuladores.

  15. tartarus's king
    15/02/2011

    esse cara é um babaca….minha opinião.

  16. lipe-monge!
    15/02/2011

    /
    também acho ele um babaca…ele deve dar uns “tapas”¬¬
    logo agora que a sony tinha instalado uma base aqui no brasil me aparece esse cara.

  17. PH!
    15/02/2011

    Os hackers alegam que seus esforços tem a intenção de desbloquear os aparelhos para uso de homebrews, e põem a culpa nas grandes empresas de fecharem seus sistemas, privando pessoas criativas de usar programas caseiros que seriam de interesse do proprietário do VG. Na teoria é até uma causa plausível, mas intencionalmente ou não, acaba abrindo uma brecha para os jogos pirateados.

    Oras, o Jailbreak do Iphone foi legalizado há pouco tempo nos EUA. Afinal de contas, o aparelho é seu e vc deveria poder colocar o aplicativo caseiro que bem entendesse, desde que isso não prejudicasse nenhuma pessoa física ou jurídica.

    Da mesma forma, ao me tornar proprietário de um PS3, gostaria de ter a liberdade de rodar nele, por exemplo, um bom editor de fotos que um amigo de um amigo criou. A Sony e as produtoras não deixariam de ganhar pelos jogos, e poderiam até disponibilizar os melhores aplicativos criados por usuários a preços baratinhos. Obviamente isso é lindo somente na teoria, pq sempre haverão os que usam o nome da liberdade para destruir.

    Geohot, vc realmente foi foda. Quebrou um grande sistema, q agora um grande sistema pretende quebrá-lo. Treine bastante o seu rap, os detentos adoram.

  18. 16/02/2011

    A Microsoft recompensa quem quebra sua segurança. Isso faz os hackers perderem o medo, promoverem seu êxito e não soltarem na Internet soluções que permitam pirataria. É simples e funciona. Todo mundo ganha.

    Já a Sony leva para o tribunal. Ela está usando uma estratégia usada pela RIAA, que é fazer a pessoa falir com despesas judiciais. Acho triste, deviam contratar esse cara.

    Onde está o departamendo de Relações Públicas da Sony, aliás? Se eles fossem espertos, fariam um vídeo do Kevin Butler bronzeado fazendo um rap em resposta, com o Jay-Z do lado.

  19. 16/02/2011

    Cadeia nesse bandido, é, liberdade o caramba, é um bandido. A Sony é uma empresa e é esperta, dona de muitos direitos, etc, a divisão de música dela apesar de saber do que Geohot fez (e patrocinar o Grammy, influênciar e por ai vai), deve ter aproveitado o momento p/ que a audiência subisse com o burburinho do processo.

  20. LordS
    16/02/2011

    Geohot né! Maior babaca ele! É um desrespeito o que ele fez e o pior de saber isso é que tem gente que bate palmas pra ele!
    É o fim mesmo um sujeito desse subir em um palco e ser aplaudido no final.

  21. Joanilson
    18/02/2011

    Bem,senti falta da opinião das GOW aqui.

    Eu,particularmente,acho esse cara meio safado tb. Se fosse um brasileiro tentando piratear para jogar o game com um preço mais em conta ou sem preço nenhum,eu até entenderia,pois os games no Brasil são naquele velho preço que já conhecemos.

    Mas um cara que mora em um país onde vc pode chegar com 3 míseros dólares em uma loja de games e levar um game original completo pra casa(dependendo do jogo e do console)??Ah,faça-me o favor,é muita cara de pau!

    O salário mínimo em países como os Estados Unidos,roda por volta dos 2 mil dólares e um super lançamento custa cerca de 50 dólares,eu disse LANÇAMENTO!

    Nessa situação dá pra comprar de game de boa e sem ter que usar dos métodos usados pelo “admirado” GeoHot.

  22. 19/02/2011

    Honestamente eu não estou nem ligando para isso. Mas ainda acho engraçado muitos acharem que atualmente jogar vídeo-game é um direto… Vídeo-game é um luxo e não um direito.

    É meus parabéns ao hacker

  23. 19/02/2011

    Isso é um absurdo, qualquer empresa ou pessoa tem direito de guardar segredos, formulas, arquiteturas.

    Mas uma vez que você vende o produto para pessoa aquela tecnologia esta disposta a ser usada para qualquer fim, processar GeoHot por ele, atravez de apenas os consoles que ele comprou com o proprio dinheiro, ter encontrado uma forma de liberar o Hardware pra outros fins alem daqueles que são de interesse da Sony, é declarar a própria incompetencia em criar a segurança perfeita, e ainda não admitir o fato de que não há nada que eles possam fazer alem de faze-lo parar a força, usar a maquina publica de um país que clama ser a terra da liberdade, para punir um consumidor que apenas buscou o potencial de um produto.

    é como pedir para uma mãe matar seu proprio filho por ele ter feito o que esta sempre o ensinou como o certo.

  24. Felipe
    23/02/2011

    Babaca… unica palavra que define esse animal.
    Queria chegar na casa dele e quebrar o computador dele e ver se ele ia ficar feliz com isso.
    Liberdade é fazer o que você quiser dentro dos limites, sem invadir a liberdade dos outros. Tudo bem a sony é uma empresa gigante que tem milhões, mas isso é o trabalho deles, eles se esforçam, levam a nos estudando e criando pra fazer uma maquina incrivel como o ps3 e vem um babaca desses e quer quebrar tudo.
    Processar ele é pouco ele merece uma surra.

  25. 07/03/2011

    Pirataria não é o que a Sony deve realmente se preocupar, se eles estão tão preocupados assim basta eles bloquearem na PSN quem desbloquear o PS3, porque de certo modo, para alguém desbloquear um PS3 tem que ter no mínimo um próprio PS3 (obviamente), logo, a Sony já faturou (obviamente novamente).

    • darkztk
      10/03/2011

      @Fábio Prates o problema na pirataria no PS3 é um problema para os desenvolvedores de jogos. Os desenvolvedores já falaram que é muito mais fácil desenvolver para um X360 que varia muito pouco da versão PC e desenvolver o mesmo jogo para o PS3 que é um sistema mais complicado. Agora que o PS3 está destravado, qual a diferença entre uma pessoa levar o X360 piratão com DVD de 30 pila contra um PS3 “jailbreakeado”? Os desenvolvedores continuaram a fazer jogos para o PS3 porque é onde eles ganham dinheiro, porque o povo do PS3 era obrigado a comprar original.

      Realmente, a Sony já faturou na venda do console, mas do que adianta ter um PS3 sem jogos? Vai virar um belo peso de papel na sua sala, ou para tocar Blu-ray que a pessoa poderia ter economizado R$500 e comprado um leitor em uma grande rede de lojas.

      Sou obrigado a concordar com você na questão de banir da PSN o aparelho desbloqueado, simples e fácil como acontece na Live. Eu sinceramente acho que a pessoa perde uns 40% do jogo, não utilizando o modo on-line ou multiplayer, dá um belo extra life ao jogo.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.