Dose dupla de Resident Evil

Tags: christ redfield, ds, gamecube, jill valentine, psone, psx, RE remake, Resident Evil, resident evil deadly silence, resident evil ds, resident evil remake, Wii

Por Clarice dos Santos (e com uma ajuda do namoradão pra lembrar de tudo @.@)


Em um de meus momentos ociosos dessas férias, me vem a ideia louca – porém genial – de finalmente por as mãozinhas no primeiro Resident Evil pra valer. Joguei um pouco quando o  game foi lançado, mas como eu era bem novinha e tinha uns quebra-cabeças meio “chatos” pra minha idade – sem falar nos zumbis nojentos e um medo que, inexplicavelmente, surgiu em mim O_O – acabei abandonando, só acompanhando por revistas e sites.

Ano passado foi O meu ano de Resident Evil. Após a Capcom lançar vídeos e trailers do próximo game da franquia, fiquei doente para jogar Resident Evil 5 e foi o que eu fiz, junto com o namoradão. Há pouco lembrei: se joguei o 5, que graça tem fazer isso sem jogar os primeiros?

Em um momento de clareza, lembrei-me do DS “emprestadado” do meu namorado em cima da minha mesa (faz décadas que ele não vê o DS dele… desculpa mor XD) e logo coloquei a adaptação do primeiro RE pro console, entitulado Resident Evil Deadly Silence. Não esperem alguma melhora gráfica ou na jogabilidade, pois é só uma adaptação do PSX para o DS.

A Tela Inicial do game aproveita as duas telas do console, mostrando um possível Chris sendo atacado em um dos vários corredores da mansão (gente, usaram o mesmo ator do Chris, dá pra ver pelo topete xD), aquele vídeo que todos conhecem da versão original, e embaixo o clássico Press Start. Iniciando o game selecionamos se queremos a versão Rebirth ou a versão Clássica. Os vídeos do começo do game foram mantidos – lógico – mas com uma qualidade meio porquinha, mas o suficiente para matarmos as saudades de quando o game foi lançado.

A versão Rebirth tem algumas diferenças da versão original, como as fases com visão em primeira pessoa com as criaturas vindo para cima de você e precisa matá-los com a faca usando a Stylus. Se você consegue desferir o golpe no mesmo instante que o bicho vai pra cima de você, é dado um dano crítico, sendo mais rápido de matá-lo. Na maioria das vezes essas fases são ótimas, já que quase sempre uma erva é deixada no chão em meio à grande poça de sangue – verde ou vermelha, a sua escolha – que fica no chão.  Outra diferença é a presença de alguns baús com quebra-cabeças que você precisa selecionar com a stylus, deixando as esferas e as “bordinhas” da mesma cor para abrir e pegar um item.

Podemos explorar a mansão na tela inferior do DS, usando a telinha superior para vermos o mapa dos andares e o inventário abre quando pressionamos o Start. O inventário está diferente da versão original, e mesmo você selecionando a versão Rebirth ou Classic, os itens são selecionáveis pelo toque do stylus.

Comecei o jogo com a Jill (sim, sou bundinha, com a Jill é mais fácil) e demorei um pouco menos de 6 horas para terminar o game. Morri várias vezes, perdi tempo em fazer a solução pra matar a plantona sendo que o Barry matou ela pra mim (rs).

Feliz da vida por ter terminado RE pela primeira vez na vida (e levado uns sustos com uns cachorros malditos… acho que quem me acompanhou no twitter sabe…rs), fico empolgadíssima e pego emprestado o Resident Evil Archives do Wii para jogar.

RE Archives nada mais é do que a adaptação do RE Remake do Game Cube pro Wii, mas PELO AMOR DE DEUS, QUE JOGABILIDADE RUIM!!! Não consegui jogar nem 5 minutos com o analógico do Nunchuck. Eu toda feliz achando que tinham tirado aquela porcaria de comandos do PSX pra fazer a personagem andar, mas continua a mesma porcaria. Que raiva! E com o analógico não dá. A paciência estourou e peguei a versão do GameCube e o controle do cubinho emprestado do namorado, por mais que eu pudesse colocar o controle do cube no Archives, eu comecei a jogar no GameCube do meu namorado e não queria começar de novo no Wii. Quem sabe agora que terminamos – sim, joguei até ficar na “Cara do Gol” e meu namorado terminou o game, eu tava com preguiça xD – eu pegue o do Wii e brinco também?

Gente, que medo que dá esse remake do primeiro RE!!! Não sei explicar, acho que é o realismo dos zumbis, o clima sombrio da mansão, simplesmente não sei explicar direito. Os zumbis quadradões da versão original não metiam tanto medo quanto os novos zumbis, principalmente quando eles se transformam em Crimson Head.

Aí você, querido leitor, me pergunta: “Crimson Head? WTF????”. Pois é, essa é uma das várias mudanças que foram feitas nesse remake de cair o queixo.No oroginal era só encher o zumbi de pipoco que estava beleza, mas agora você tem que torcer pro personagem conseguir explodir a cabeça do bicho, se não tem que atear fogo para que ele não volte como Crimson Head, um zumbi mais rápido e mais forte.

Os vídeos repletos de atores ruins e a dublagem porca foram substituídas por Cutscenes muito bem feitas e uma dublagem quase que impecável – não tem D.C. Douglas, não gostei T_T (XD) – tornando o Terror um pouquinho mais realista.

Lembram aqueles itens que você jurava que estava em determinado lugar? Pois é, alguns mudaram de posição e mais puzzles foram acrescentados, assim como novas salas e novos cenários, sem falar na filha do dono da mansão que foi acrescentada no game, uma garota que fora transformada pelo Vírus que te persegue em alguns lugares da mansão e nas cavernas que ficam embaixo da mesma.

Quando você anda calmamente por um corredor e um zumbi te agarra, agora temos a opção de usarmos adagas para que ele não morda. Se você tem adagas em “estoque” (elas não ficam no inventário ocupando espaço, não se preocupe, e vemos quantas temos quando equipamos alguma arma), o zumbi agarra você e toma uma adaga no meio do olho, mas não é morto. Lembram que eu disse antes que tinha que atear fogo no bicho? Para isso você precisa ter um cantil com combustível e o isqueiro no inventário.

Bom, são muitas coisas diferentes para eu ficar escrevendo direto. Melhor listar algumas abaixo:

Salas extras

No primeiro momento, quando  o time Alpha do S.T.A.R.S entra na Mansão pensam estar salvos, até Jill encontrar o primeiro zumbi. Lembram que naquela sala só tinha o corpo do Kenneth no chão, certo? Agora tem uma porta nesta sala, assim como no fim da escada do Hall de Entrada. Não só essas salas foram acrescentadas, como muitas outras. O cemitério é uma das áreas novas que pode ser conferida passando pela nova porta que puseram no Hall principal, bem no fim da primeira escada. Além dessa porta, existe uma outra atrás da mesma escada que só pode ser aberta colocando dois medalhões nela.

Lembram da Guardhouse (estou escrevendo muito “Lembram” nesse post ¬¬) ?Antes você abria a porta com os quatro medalhões e ia para lá, certo? Agora na primeira salinha que encontramos existe uma outra porta que dá para uma mata extremamente sinistra e escura, com algumas lápides perdidas no meio do caminho e uma casa afastada, onde está Lisa Trevor, filha de George Trevor, um dos cientistas que trabalhavam na Mansão e que acabou virando um experimento…tadinha. Pena que ela dá um sopapos legais na cabeça do jogador ¬¬.

Obstáculos

O primeiro baú nós encontramos debaixo de uma escada onde tem um zumbi nos esperando lá por baixo mesmo, certo (bom, pelo menos EU achei esse primeiro)? A porta de acesso para essa sala agora tem a maçaneta detonada, ou seja, se abrirmos muito essa porta, a maçaneta quebra, precisando dar uma baaaaaita volta para voltarmos ao Hall Principal. Ainda bem que, em um ponto do jogo, o Barry faz o imenso favor de consertar a porcaria.

Puzzles e Itens

O corredor de quadros não é mais o mesmo! Demorei para perceber – pelo menos na primeira vez que joguei, há mais de uma década – que os botões que deveriam ser apertados tinham que seguir o ciclo da vida do homem. Pois bem, no remake mudou TUDO. Agora são luzes que precisam bater com o quadro que tem no fim do corredor. Não deu pra entender nada, né?

No fim do corredor tem o quadro de uma pessoa com uma coroa de uma cor, um colar e uma pulseira de outras cores, e na parede existem três vitrais com uma pessoa usando somente a coroa, outra só o colar e mais uma usando só uma pulseira, fazendo com que o jogador deixe as luzes desses quadros batendo com as cores do quadro no fim do corredor. É fácil, mas mesmo assim consegui errar um e os corvos vieram pra minha cabeça. Conseguindo fazer tudo certinho não é um item que você pega, mas sim uma passagem nova para o cemitério.

A famosa parte da Jill tocando o piano ficou EXTREMAMENTE CHATA! Tá, super fácil pegar a partitura atrás da estante e ela tocar. Agora a partitura tem uma página faltando… e pra achar a maldita página??? Afff…. Consegui achar, mas tá lá na PQP, onde tinha um OUTRO item no game original.

AAAHHH, MALDITO CACHORRO!!

O famoso corredor que você corre e os Cerberus pulam em cima de você. Você vai nesse corredor com o coração na mão no Remake, e a janela só estala… ué. Tá bom então, né? Mas quando o jogador volta, que acha q não vai pular nada…AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH, MALDITO!!!!!!! Os dois amorzinhos pulam e vão correndo atrás de você… Dei um pulo na hora ¬¬.

SAI PRA LÁ, FOREST!!

Lembram do Forest que deixa a bazooka do ladinho dele? Pois é, no Remake o desgraçado levanta e vai correndo atrás de você!! Aaaii meu deus!!! Tudo bem que, no Easy/Normal/Whatever ele não abre portas e não o(a) persegue pela mansão, MAAAAS se escolhermos o modo One Dangerous Zombie – depois de terminar a primeira vez – o desgraçado te segue pela mansão INTEIRA! E não adianta dar tiro ou facada, porque o bonitão tá cheio de granadas e Game Over… ou seja, corra!! No Director’s Cut ele também levanta, e não sei o que é mais feio: a versão dele nesse jogo ou no remake… ai!

Por mais que esses remakes são lindos, maravilhosos e um pouco mais assustadores, tem UM que não chega perto nem disso! Pesquisando algumas coisinhas extras para colocar neste post, eis que descubro que uma versão para Game Boy Color começou a ser feita mas, graças a Deus, não foi pra frente.

Para finalizar o imenso post (desculpem!), um videozinho da versão Beta do game, que eu nem sabia que tinha como conferir.

Queria agradecer ao meu namorado por ter feito eu ficar tão viciada na série!! *_* Resident Evil 2, me aguarde!!!

Clarice dos Santos
Share on Tumblr
Feed do Post
39 Comentários em "Dose dupla de Resident Evil"
  1. 24/01/2010

    Jogar qualquer Resident Evil no analógico é terrível! Mas você poderia ter continuado no Wii, jogando com o Wiimote só na horizontal… quebra um galho

    Jogue RE2! Se você gostou tanto assim do primeiro, com certeza vai gostar do segundo, pois ele vai bem mais além!

  2. Siri
    24/01/2010

    Os gráficos vão ficando mais bonitos e os zumbias cada vez mais feios. :P

    Sou pobre e só vou poder re-re-re-re-jogar do Saturn e PS1.

    Ótimo post!

  3. Renan Rodrigues
    24/01/2010

    Finalmente o super post saiu hein?
    Muito bom o post, com informações completas.
    Me deu uma vontade enorme de jogar o RE:R de GC. Se eu tivesse um pc potente poderia tentar emular, mas como não é o caso…
    Mas Clá, depois que li o seu post eu finalmente criei coragem mentira! e vou jogar o RE:DS.
    Mas só amanhã! :)
    Ah, um bom jogo de terror (não tenho certeza se é terror) é o Dementium: The Ward e Moon. O Dementium eu joguei uns 5 minutos e depois do 1º inimigo não tive mais coragem de jogar (o susto foi grande), e o Moon eu vi alguns vídeos, e ambos parecem muito legais. Arrisque e depois faça uma análise para nós. :)

    • Renan Rodrigues
      24/01/2010

      Bebs, acredite ou não, não achei Silent Hill tão tenso assim. Joguei meia hora do SH1 (sei que não é muito)), mas não fiquei tenso/assustado/cagado de medo quanto fiquei com Dementium.
      Tipo, quando o rádio do demônio começou a aptar eu sabia que ia vir algo, já no Dementium, mesmo eu sabendo que alguma hora ia aparecer algo, ele apareceu numa situação inversa da que imaginei. Levei um susto tão grande que nunca mais toquei no jogo. Isso deve fazer uns 2 meses (sim, eu sou muito cagão).

      • Renan Rodrigues
        25/01/2010

        SH3 e SH4 são para PS2 né? Então impossível pra mim jogar. Mesmo que tenha versão pra pc.

        E o Dementium é um pouco clichezento (se não me engano você acorda num hospital psiquiátrico num quarto cheio de sangue e vê um monstro arrastando uma pessoa pelo chão, e quando acha uma lanterna, pode empunhá-la mas não pode empunhá-la ao mesmo tempo que uma arma[a única arma que achei nos minutos que joguei foi um cacetete]). Eu quase furei a tela do DS (esqueci de mencionar que era pra DS).
        Se eu jogar o game agora acho que não consigo dormir (se bem que nessas minhas férias eu só tenho dormido durante o dia mesmo). Mas eu não sei se o jogo é bem assustador mesmo, já que eu sou MUITO medroso. Mas ele é muito tenso. E como eu concentro muito em algo, qualquer coisa consegue me assustar.
        Mas acho que ele vale ao menos uma conferida, mesmo que por emulador.
        *puxa, o comentário ficou maior que o post*
        Agora boa noite, infelizmente não sou um androíde Matrix que não precisa de dormir.

      • georges
        25/01/2010

        Esse jogo eh pra play 2?

      • aureliox
        25/01/2010

        Existe o susto e o medo. SH1 é o jogo que mais me deu medo, os outros são mais pro susto. Susto é mais emocionante, mais engraçado quando faz vc cair da cadeira e dá aquela tensão de “será que vem outro susto agora?”.

        Já o medo é muito mais barra pesada, faz você se sentir mal, perturbado, é uma coisa mais sufocante – e mais interessante de se sentir num jogo (pelo menos eu acho).

        É tipo comparar o medo de O Exorcista com os sustos dos filmes mais comuns de terror/suspense. O Exorcista fez as pessoas sentirem medo de verdade.

        Até hoje não joguei jogo mais amedrontador que SH1. Tem um tal de Penumbra que chega perto e só.

  4. Rodrigo
    25/01/2010

    No final do último vídeo toca a música do final do jogo em japonês!!! Foda isso!
    Tu realmente achou assustador o Remake? Eu nem… só tive que jogar de fraldas. uahauahauha
    Excelente review!

    PS: Tu só esqueceu de citar que além da Adaga com a Jill tebm tem taser e com o Chris tem granadas que vc enfia na boca do Zumbis. Awesome!

  5. Rodrigo
    25/01/2010

    Pra quem nunca viu o final original do jogo japonês, aqui vai ele inclusive com a música:

    http://www.youtube.com/watch?v=Hyn4C4Bw8B0

  6. 25/01/2010

    Puxa, eu nunca terminei o RE 1 e o Re2, joguei um pouco apenas, era muito tenso jogar, joguei mesmo foi o RE3 e terminei várias vezes, dava uns sustos mto grande qdo o Nemesis aparecia, e em outras partes também, enfim curti muito o jogo, o RE4 não joguei pois não estive presente no PS2, agora com o PS3 to louco pra jogar RE5, joguei a demo e é demais, e Bebs, Silent Hill não!!
    Eu joguei o 1 aproximadamente 1 hora e nunca mais, me lembro que cheguei ateh a escola só, e nunca mais, depois inventei de jogar SH 2 no pc, esse foi só uns 25 min. tinha me esquecido da atmosfera de medo que esse jogo traz, é doido, minhas mãos ficavam suando muito e eu assustava muito fácil, nunca mais jogo aquilo, qdo estou jogando fico muito fixado no game que parece que eu estou lá dentro da tela, e isso dá muito medo mesmo.(é eu sei, sou muito cagão ^^)

    • aureliox
      25/01/2010

      Legal, é mais ou menos o que eu tentei explicar lá encima :D

  7. georges
    25/01/2010

    Sempre fui fa de resident evil.
    Acompanho desde os primeiros games e commo qualquer fa eu odeio os filmes do Paul Anderson.
    Por incrivel q pareça eu so joguei o primeiro game por obrigaçao pq nao achei ele melhor do q o 2.
    Pra falar a verdade nenhum resident evil eh melhor do q o Resident Evil 2

    • 25/01/2010

      Detesto!!!!
      Horríveis demais…eca!

    • georges
      25/01/2010

      Talvez o melhorzinho seja oprimeiro mas o restante…
      Eu gostei do Degeneraçao, mas ele eh da capcom entao ele tinha a obrigaçao de ser bom.

      Eu nao gosto dos filmes mas por incrivel q pareça eu sempre assisto eles e toda a vez q anunciam um novo eu fico esperando msm sabendo q nao vou gostar.
      Acho q eusou o unico q odeia os filmes e q ta doido pela chetada do quarto filme.
      Deve ser pq vai aparecer o Wesker.

  8. georges
    25/01/2010

    Tva doido pra jogar o remake no Game Cube mas eu so tenho Play2.
    Fazer o q…

  9. georges
    25/01/2010

    O unico silent hill q joguei foi o primeiro pq eu nao tive coragem de jogar o resto.

  10. 25/01/2010

    RE2 é o melhor mesmo sem duvidaaaaaaa
    até hoje eu jogo no pc

    eu tenho raiva d quem jogou o RE5 sem jogar os antecessores
    e ainda dizem q o 5 é o melhor ¬¬ tipo…OMFG

    e vc acredita q eu já zerei SH 1,3,4, homecoming e naum passei da metade do SH2? uhauhahua

    mic_fisher? = fail kkkkkkkkk

  11. Fernando Lucas
    25/01/2010

    Adorei! Zerei o RE 4 esses dias e sou fã da série.
    Não tenho um X-box ou PS3, então fico só na vontade do RE 5. (hehe)
    Em compensação posso jogar o The Umbrella Chronicles e o Darkside Chronicles quando quiser.

    Gostei do post. Foi grande e não me fez desistir de lê-lo no meio do caminho!

  12. 25/01/2010

    Joguei quase todos os RE,me faltam o 0, o remake e os novos de wii.

    Joguei tb Silent Hill 4 e me foi o suficiente pra me fazer desistir de jogar Silent Hill, ô joguin sem noção, e chato pra dedéu.

    Clarice, jogue o 2 e faça uma análise tb.

  13. 25/01/2010

    Se for passar denovo pelo RE4, jogue no Wii =]

    Eu achei bem mais emocionante jogar com o Wii remote, pq é mais facil de mirar e tal…

    Mas nem tenho coragem de comprar o RE5 pro x360, acho que é porque nunca joguei até o fim nenhum resident… ai eu ia me sentir meio bobo jogando o game sem saber exatamente o que aconteceu antes dele.

  14. Victor
    25/01/2010

    Não acho nenhum pouco dificil jogar o Archives no Wii com o analogico. Pra mim eu só peguei o controle e já comecei a jogar facinho!
    Prefiro aquela jogabilidade do q a do RE4 e 5 ¬¬’
    Legal o post, saudades do RE Clássico D:

  15. aureliox
    25/01/2010

    Post excelente! Concordo com a Bebs, não ficou nada de “muito longo” – só não ficou muuuito organizado… mas foi justamente por isso que ficou tão natural, quase um bate-papo que faz a gente ler e gostar. :D

  16. Sovereign
    25/01/2010

    Nunca joguei nenhum resident evil(ou biohazard aqui no jp), mas estou esperando sair o RE5 alternative edition pra jogar. So estou na duvida se pego pro ps3 ou x360. Quanto ao sillent hill, tenho o 3 mas so comecei a jogar, encalhei no inicio do jogo e desisti. Depois disso fiquei so em gran turismo e ace combat. Algum dia volto a jogar o SH3, se encontrar um memory card do ps2 no meio da bagunca xD e meu ps2 ainda funcionar.
    Talvez compre os 2 primeiros RE ja que estao na psn usa e jogue-os no psp. Eu tinha o code veronica no dreamcast, mas vendi o console e o jogo lacrado.

  17. 25/01/2010

    Isso aí Clarice, muito bom o post. Eu também acabei de terminar o Resident Evil 1 (só que foi Director’s Cut), e agora estou jogando o RE2 (Num tou conseguindo passar do maldito Birkin! xD). O RE2 realmente é um dos melhores da série, você vai gostar.
    Abraços…

  18. erich
    25/01/2010

    ah clarice eu não sei se comentaram aqui mas nos residents que ninguem nunca viu xD, existe uma versão do Resident evil zero(o da rebecca xDD ta famosa xD) que iria sair pro N64 auhauhahu isso mesmo…

  19. Diga
    25/01/2010

    Tbm gostaria de ler uma análise de SH2 e RE2. Meus jogos de medinho preferidos.

  20. helison
    26/01/2010

    clássico!!!!!!!!!!

  21. HENRIQUE
    26/01/2010

    Esse post mereceu meu primeiro comentário no Girls…
    Residente um é muito massa, o melhor de todos, eu acho. Essa mansão é sinistra demais, o enrendo é fantástico.

    (um segredinho, não contem aos outros por favor, senão morro de vergonha, quando vi os Hunter pela primeira vez, quem disse que tive uma boa noite de sono nesse dia! sem contar que assegurei-me com um pedaço de cabo de vassoura ao lado da cama, pura verdade! e o melhor, sem dormir direito, de repente, o clarão da luz, gelei!! fui conferir com o pedaço de madeira na mão o que era, era a empregada chegando da escola. E logo ela perguntou o que eu tava fazendo com um pedaço de cabo de vassoura na mão!!! disfarcei e voltei para cama, conseguir dormir. Tinha acho que, 12+ anos, gente não é piada não. Apesar de que virou graça.)

    E depois do post, maravilhoso, por sinal, tou morrendo de vontade de jogar o remake do 1. Será que o psp emula?? ou pc? por que game cube e Wii não conhecem o interior de Pernambuco! Ohhh.

    A pouco tempo joguei o 2, como tava sem memory card, não zerei, mais essa semana espero fazer esse feito.

    E por falar no residente 5 e 4, acho um bom jogo de ação, porém não uma boa sequência da série.

    Sim, desculpe o extenso comentário, me empolguei!

  22. Paulo
    26/01/2010

    Muito massa a análise, fez lembrar os velhos tempos e o medo terrivel das malditas Aranhas elas sim eu odiava ta tirano, sem fala os hunters que dependendo ja cortava sua cabeça sem dó nem piedade, mas resident tiro e pertubo muito meus sonos viu bem tenso e muito bom!

  23. 26/01/2010

    Resident Evil 1 é épico *O* (A epoca que você jogava e tinha medo dos zumbis, hoje em dia, os zumbis são quase como monstros que você só tem que matar e não se assusta com eles)

    Quero ver esse review do RE2. Ele foi um dos melhores da série pra mim :x

  24. 26/01/2010

    Não tenho coragem de jogar o remake me assusta muito xD

  25. Notlevile
    28/06/2010

    joguei o resident2 do ps1 quando tinha uns 9 anos morria de medo mas mesmo assim jogava então quando tiverem duvidas é só falar
    comigo

  26. john a. klein
    30/06/2010

    joguei o 3 e no inicio centia muito medo do pequeno nemeses mas com o tempo acabei ficando fan dele. por que ele poen muito medo mesmo e acabei virando o maior fãn dessa série

  27. Cerberus
    10/01/2011

    Putz… queria tanto ver os filmes e jogar o Resident Evil!
    Minha mãe me disse que, qndo eu era pequena, tinha um puta medo de zumbis. Ñ acredito mais, pq no meu quarto tem poster de zumbi pra tudo quanto é canto. Sentei ontem pra ver o Degeneration, só vi pela metade, e ñ entendi porra nenhuma. Um dia eu assito turma!!

  28. fiio
    25/08/2011

    v
    cerberus vai assiti o filme da barbie q vc entende.

  29. natan
    28/01/2012

    garotas sempre com medo!!! o resident evil é o que tem de melhor e é sempre bom vc jogar um game que vc tem medo, então parem de chorar e vão jogar.

  30. fabio
    04/05/2012

    Eu tb estou jogando esse remake aqui no pc pelo dolphin e apesar de ser um jogo de 2002, eu babo com os graficos, jogabilidade, diverçao, sem igual nenhum outro game atual, uma pena a serie ter perdido o clima apos o 4. Quanto ao silent hill joguei o 2 mas nao tive @# p zerar e zerei o 3 e fiquei todo cagado, rsrsrs.
    gosto mais de resident evil por um motivo, silent hill é bizarro demais, puro terror pisicologico, as pessoas q jogaram silent hill com certeza nao seram mais as mesmas.

  31. Tyrant 165
    17/06/2012

    Amei essa análise do REmake e do DS era o que eu procurava vlw

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.