Crônicas de Uma Gamer Enlouquecida: Querido Papai Noel…

Tags: Crônicas de uma Gamer Enlouquecida, Mega Drive, natal gamer, papai noel gamer, presente de natal, videogame

Papai Noel "like a boss".

Como já diziam em Game of Thrones “O Natal está chegando”, bom não era bem isso – mas o inverno está longe de chegar por aqui também (calor lazarento!). Nessa época natalina, mesmo quem não é lá muito religioso acaba aderindo ao espírito natalino do bom velhinho… Bom é o kct! Aos 10 anos não aguentava nem mais ver aquela carinha rechonchuda, mas vou explicar…

Quando eu era uma pequenina herculoide, todo ano escrevia uma cartinha para o Papai Noel e meu pai postava no correio para mim. Estranhamente, com o tempo percebi que os Correios devem ter implantado algum chip de rastreamento no velho barbudo porque era só escrever no destinatário “Papai Noel – Pólo Norte” que garantiam que ele recebia.

Pois bem, mas para o desespero da pequena Vivi Psycho, ao invés de ganhar aquele videogame lindão que eu tanto queria – e que escrevi em letras garrafais na carta, porque sabia que Papai Noel era velho e tinha medo dele não conseguir ler – o que me apareceu na árvore de Natal por três anos seguidos? A maldita boneca do demo: a Barbie!

Papai Noel na escola vendo se consegue aprender a ler de uma vez por todas!

Papai Noel na escola vendo se consegue aprender a ler de uma vez por todas!

“Mas que porra! Não foi isso que eu escrevi na carta! Papai Noel retardado!” É claro que não foi bem isso que eu disse aos 8 anos, mas com certeza pensei algo parecido. Por conta disso, comecei a ficar com raiva do Papai Noel que devia sofrer de miopia aguda. A cada ano que passava eu decorava as letras e escrevia o videogame ainda maior (até desenhei!) para ver se ele acertava e nada…

Eu não me lembro disso, mas meu pai disse que uma vez eu até chutei a canela de um Papai Noel do shopping. Imagino a quantidade de coisas que o cara não deve ter me xingado, mas que não podia dizer porque tinha muita criança na fila.

Vendo minha carinha psicótica de desilusão com o Natal, papai psycho ficou com pena e – num dia ensolarado (como quase todos aqui em Hell de Janeiro) – ele me contou uma história incrível de que, na verdade, ele trabalhava como agente secreto do Papai Noel para analisar a reação das crianças todos os anos e ver se elas realmente mereciam ganhar todos os presentes que pediam.

Pode parecer besteira agora isso, mas meu pai tem um jeito de contar as coisas que elas parecem mesmo verdade! Até hoje olho desconfiada para aqueles guindastes enormes na zona portuária da minha cidade. Quando eu era criança, meu pai disse que na verdade aquilo não eram guindastes, mas Transformers disfarçados e que a noite eles invadiam a cidade!!! O_O

Mas enfim, voltando…  Caí na história do meu pai ser um agente secreto do Papai Noel e parei de quicar os velhinhos de barba fake nos shoppings. Eis que, no Natal seguinte, fui incentivada pelo meu pai a escrever mais uma vez para o coroa do Pólo Norte. Muito a contragosto escrevi que queria um videogame… de novo!

Só que, do contrário das últimas vezes, entreguei a carta direto para o meu pai, afinal ele era o agente secreto motherfucker do Papai Noel, que descobriu os Transformers escondidos kct! Agora vai! E vem o Natal, e chega a bendita hora de abrir os presentes e… Ué… Uma carta para mim?

Quando abri a carta, já meio p… da vida porque já esperava outro bolo do velho sádico miserável, tinha uma mensagem dizendo para eu seguir uma trilha de estrelas… “Que merda de trilha de estrelas é essa kct?” – obviamente não me expressei dessa forma na época também.

Fui para o lado de fora da casa e não é que tinham mesmo estrelinhas de papel no chão? Já pensando em pegar um pedaço de tijolo com o pensamento de “dessa vez esse velho não me escapa”, entrei na garagem de casa e vi uma caixa enorme (sempre fui pequena, então, para mim a caixa era enorme mesmo). Eu a abri desesperadamente e dei de cara com o meu lindo e amado Mega Drive com a fita do Sonic!!! AAAAAAHHHHHHH!!!

Ainda lembro-me disso e acho que nunca gritei tanto de alegria na vida! Aí fui correndo para o meu pai, abracei-o, olhei para o céu emocionada e pensei: “f*da-se Papai Noel dos Infernos, meu pai é muuuuito melhor que você!” – é claro que foi sem o palavrão, rs.

Pois bem pequeninos herculoides, todos devem ter uma história legal, emocionante ou engraçada para contar da infância e a saga do Papai Noel. Mas independente se você já acreditou ou não no velhinho obeso (graças ao marketing da Coca-Cola), gostaria – em nome de todas as Girls of War – de desejar a todos vocês um Natal muito f*da de legal (agora usando mesmo o palavrão para enfatizar) e um ótimo 2012! Vamos torcer para que o mundo não acabe porque quero comprar meu PS Vita! ^^

 

Beijos psicóticos a todos!

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
42 Comentários em "Crônicas de Uma Gamer Enlouquecida: Querido Papai Noel…"
  1. 22/12/2011

    Vivi é sinistra… Nunca li crônicas tão legais quanto as “Crônicas de Uma Gamer Enlouquecida”, espero que você ganhe o Vita antes do próxima Natal!Ho ho ho…PS: Meu nome não é Nicolau à toa!Ho ho ho…XD

    um feliz Natal para toda a galera do Girlsofwar e ótimo ano novo! =)

    • Felipe
      22/12/2011

      Boa tentativa Papai Noel, se passando por um mero leitor do blog para espionar as historias das pessoas rsrs.

      Brincadeiras a parte, adoro as crônicas da Vivi, esse jeito de contar historias é muito legal, achoq que você deve ter puxado isso de seu pai então hehehe.

      Bem não me lembro de cabeça nenhuma historia de natal, mas se lembrar eu posto.

      No mais um Feliz natal para todos aqui e para as meninas do Girls of war

  2. Leandro
    22/12/2011

    pena, com 7 anos ja não acreditava em Papai Noel e ainda disseminava a discórdia entre as crianças dizendo q ele naum existia… :p

    mas sério não consigo ver Vivi Psycho seguindo as estrela fofoletes…

    • Vivi Werneck
      22/12/2011

      não podia desperdiçar a chance de sequestrar o velho barbudo! rs

  3. helinux
    22/12/2011

    muito engraçado esse post…boa!!!!

  4. Adriana
    22/12/2011

    Deixei de acreditar em Papai Noel em 25 de dezembro de 1989, o meu pai nunca fez questão que eu acreditasse, afinal, para ele, não era justo ele trabalhasse duro para me comprar os presentes de natal e a aquele velho safado do papai noel levasse a fama. Porém, minha mãe e os filmes de natal me fizeram acreditar no “bom velhinho”.

    Dezembro de 1989, eu estava indecisa se deveria pedir ao meu pai um kit do Esquadrão Relâmpago Changeman (kit completo que vinha com a máscara da changeman mermaid) ou uma barbie, então tive a brilhante ideia: pedi ao meu pai o kit e a barbie para o velho falso (deixei meu sapatinho na janela com a carta conforme instruções de uma música de natal).

    Na manhã de natal de 1989, quando fui ver o meu sapatinho, ele estava lá do jeito que deixei na véspera, nada de barbie. Para completar, minha irmã mais velha ficou me sacaneando, porque acreditei no velho safado.

    • Vivi Werneck
      22/12/2011

      ‘não era justo ele trabalhasse duro para me comprar os presentes de natal e a aquele velho safado do papai noel levasse a fama”

      ahahaha… justíssimo! XD

    • Shaka
      23/12/2011

      “não era justo ele trabalhasse duro para me comprar os presentes de natal e a aquele velho safado do papai noel levasse a fama.”
      Melhor argumento de todos hahaha

      “kit do Esquadrão Relâmpago Changeman”
      Ótima escolha, até hoje quando eu escuto a música de abertura meu braço arrepia.

  5. Dota
    22/12/2011

    Eu senti essa furia psicotica pela tela do meu computador,parece que me deram um tapa.
    Feliz Natal pra toda a gangue do GoW.

  6. Hélio
    22/12/2011

    Feliz Natal, Vivi! Feliz Natal aos leitores e a todas as girls!
    Olha, eu nunca acreditei em Papai Noel. Isso pq eu sempre via meus pais escondendo os presentes rsrs Minha sirmãs tbm não, elas nao acreditaram.
    O q eu acredito de verdade é q, muitos e muitos séculos atrás, um velhinho teve a idéia de dar presentes às crianças das redondezas na noite de Natal, e isso se perpetuou como tradição no mundo todo, com todos se presenteando.
    Acho importante termos espírito de fraternidade não só na época natalina, mas tentar fazer o bem qdo ninguém está pensando nisso, sem nenhum motivo ou data especial!

    • Shaka
      23/12/2011

      Nossa Hélio, que bom coração rs… mas achei um pouco romantizada de mais =), prefiro a versão da coca cola da Vivi.

      • Hélio
        23/12/2011

        rsrsrs Eu realmente acredito nessas coisas.

  7. Jow
    22/12/2011

    Feliz Natal a Vivi e as meninas do Girls.

    Eu nunca acreditei em Papai Noel, quando eu era bem pequetito meus pais ja haviam me contato a verdade, mas tenho várias histórias sobre “caçar” meu presente de natal.

    Nossa aproveitando, preciso fazer um pedido de Natal para a Vivi…na verdade ta mais pra uma ajuda de natalina.

    – Vivi..Mulher onde posso comprar um angry bird preto igual o seu ?… minha sobrinha ta doida por um depos que viu o seu e eu queria dar um para ela junto com o Assassin’s Creed Revelations de natal (sim ela é uma gamer mais viciada que o tio)…ajuda eu ser um tio legal, plz

    • Vivi Werneck
      22/12/2011

      “Vivi..Mulher onde posso comprar um angry bird preto igual o seu ?”

      comprei ele na Brasil Game Show em uma das barraquinhas. Dá uma olhada no mercado livre, as vezes vc acha lá! desculpe não poder ajudar mais. bjos

      • Jow
        22/12/2011

        Valeu garota… consegui achar aqui em um lojinha de pelucias
        Brigado denovo, ajudou bastante…e desculpa o incomodo.

  8. paulo honda
    22/12/2011

    Está explicado de onde vem toda a furia psicótica da Vivi com as bonecas Barbies.Um feliz natal(sem stress,de prefêrencia) as Girls of Wars e a todos os leitores do blog.

  9. georges
    22/12/2011

    Feliz Natal as meninas do GoW e ao pessoal dos comentários!

    Nunca fui muito de acreditar em papai noel. Na escola todos acreditavam mas eu smpre achei isso muito surreal. Um cara entregar presentes para todas as crianças do mundo em uma noite usando um trenó?
    O pior que eu acreditava até em power rangers, menos em papai noel.kkkkk

    Eu sempre gostei do natal. è minha época do ano preferida. Se eu for listar os motivos aqui, vai demorar muito…

    Meu pai nunca foi de contar essas histórias pra mim (eu ri na dos transformers ). Tudeo sempre foi muito óbvio então nao tenho muita história pra contar.

    Então feliz natal pra vc galera!

    • aliine
      24/11/2016

      eu nunca acreditei ne papai noel porque eu nunca ganhei um presente de natal. na verdade so um mais quando eu tinha 9 anos do meu tio e foi um ursinho de pelcia pequeno tchau

  10. Mr Hertz
    22/12/2011

    seu pai deve ser uma pessoa legal… tá certo que ele vacilou talvêz por não entender o que se passava na cabeçinha daquela menina que ele olhava tanto, mas pelo visto não conseguia decifrar tão bem.

    mas ele sempre foi bem criativo e preocupado em não deixar acabar a magia das coisas. Toda a historinha dos transformers, do agente de papai noel, e ainda mais o caminho de estrelinhas, isso só pode sair da cabeça de alguem com bom espírito, no mínimo.

    fosse uma filha minha, acho que eu gritava junto com ela. eu não ia me aguentar, sou mole demais nessas horas.

    pois bem, agradeço demais pelo texto. sempre bom ter contato com coisas que botam a gente pra cima.

    e vai um super alô a todas as meninas do blog, parabens por todo trabalho até agora, e tambem um alô para leitoras e leitores… feliz festas!

    e 2012 vem ae, mais porrada, chute, briga, tiro, tapa na cara, espadada e puxão de orelha em todo mundo…. vao aproveitando a tregua que jaja a porrada começa novamente !!!

  11. leandro(leon belmont) alves
    22/12/2011

    já entendi porque a Vivi é desse jeito,isso explica muita coisa. :)

    eu já não acreditava no velhinho aos 7 anos. digamos que não ser de classe média(pobre de mare deci), já dava a noção da realidade. enquanto os vizinhos ganhavam SNES e Mega Drives(e um amigo ganhou um PS1, que deixou a rua toda empolvorosa, porque era novidade na época), eu e meu irmão ganhava bolas de futebol…acho que isso explica porque ODEIO TANTO FUTEBOL. tanto em games, quanto na vida real.

    se pudesse o velhinho ouvir o meu pedido, mesmo aos 25 anos de idade, pediria um PS3 com FFXIII e FFXIII-2 para jogar, apenas isso…

    mas poxa Leandro, logo o FFXIII? aquela porcaria? porque não um GOW 3,Gears of War,Assassins Creed Revelations ou um Mass Effect 3?

    tem gente que acha RE5 o melhor Resident já criado e num digo nada…e sou gamadão na Lightning(vem in mim totosa) e o jogo é incrivel e dana-se se o jogo é linear, Lightning Ruleia ever!

    bom velhinho, ouça meu pedido…

    Leandro(Leon Belmont) Alves

  12. Rafael
    22/12/2011

    Haha, ri muito lendo essa crônica Vivi, e fiquei visualizando vc fazendo tudo isso. kkkk
    Assim como você eu acreditei nesse velho safado também, escrevi uma carta e deixei no sapato na janela, nem lembro quem me disse isso. Mas no meu caso sempre festamos muito no natal, até madrugar, então minha mãe mandou eu deixar o sapato na janela com a carta e fechar a porta. Depois? Fui lá, e lá estava o meu videogame, gritei bem alto “Brigado Papai Noel!” (tudo por influência da minha mãe) e virei a noite jogando aquele CD de demos que vem junto com o Playstation (foi aí que começou o vício e a paixão pela Lara Croft). Depois de um tempo, meus primos descobriram e fui fortemente trollado por eles, e descobri que o velho barbado era uma farsa.

    Feliz Natal meninas, e boas festas.
    Ho! Ho! Ho!

  13. Daniel Almeida
    22/12/2011

    AHUaUHAUhUA, que história show velho! Muito boa!
    Aproveitando, manda um feliz natal também para todas as garotas do GOW e para todos os frequentadores assíduos do site! E um 2012 cheio de ótimos games e muita jogatina! ^^

  14. 22/12/2011

    Curti a crônica da Vivi, foi ali que começou o vicio?

    Uma dica bacana para os gamers de plantão, os correios guardam as cartas destinadas ao papai noel, você pode pegar uma carta de uma criança carente(basta olhar o remetente) e doar um brinquedo, não precisa ser um video-game é claro, mas qualquer coisa doada de bom coração faz a diferença no natal de uma criança

  15. Fabiot
    23/12/2011

    Eu gritei muito de felicidade – no meio da rua, igual um retardado – quando ví o Master System, que tinha pedido de natal pro Papai Noel, escondido no banco de trás do carro do meu coroa.
    Foi no mesmo dia que descobri que Papai Noel não existia e meu pai que tinha comprado o video game.
    Mas eu tava tão feliz que eu pensei: “Fod@-se Papai Noel, agora eu tenho um Master System!”

    Boas lembranças :)

  16. Shaka
    23/12/2011

    Seu pai sabe o que é transformers? Que formidável.
    3 anos esperando videogame e ganhar barbie é sacanagem kkkkkk.

    O presente mais legal que e eu ganhei do meu pai foi o megadrive com Sonic 2, acho que esse sonic foi um dos jogos que eu mais joguei na vida.
    Não me lembro da história pq eu era muito pequeno, me lembro só da caixa grande com isopor expeço, me lembro também do peso do videogame e que fazia um barulho legal (Irritante) quando vc tirava ele da caixa de isopor. A fonte era muito grande e aquele cabo que encaixava na tv tinha dois malditos “dentinhos” que quebravam de mês em mês graças aos meus cuidados peculiares. Foi nessa época que eu aprendi a não enrolar o cabo do controle envolta do mesmo se não ele vai parar de funcionar e sua mãe vai enrolar pra comprar outro.
    Bons tempos…

    Impressionante como uma coisa que parece ser simples (‘babaca/chata’) pra muita gente marca tanto nossa infância.

  17. 23/12/2011

    Ho ho ho!
    Feliz Natal, Vivi!
    Em 2012, tamo junto de novo!
    Mega bjo pra vc!
    Legal saber que seu primeiro video-game foi um Mega Drive!
    No meu caso, foi um Master System (o III Compact), que já vinha com o Sonic na memória!
    Bjooooooooo! ^^

  18. jack_
    23/12/2011

    Meu Mega Drive tambem foi presente de natal.

    Feliz Natal para todos!!!!!

  19. Kenshi
    23/12/2011

    Hah… meu primeiro console foi um super nintendo (alguns anos antes minha irmã havia ganhado um mega drive mas nunca me deixou jogar T.T)… tive muita sorte pq alem de vir com um cartucho do mario (super viciante) ganhei também um cartucho do O Máscara e mais um cartucho daqueles nada pirata com 9 jogos (entre eles o Top Gear… mt viciante tbm) meus primos vinham aos montes soh pra jogar Top Gear… e eu dexava eles babando enquanto eu jogava Muahaha (sou mt cruel) pra variar… ainda tenho os dois consoles, o SNES e o mega drive (meu snes tem botao de eject… morra de inveja clarice) … Mas enfim… Feliz Natal as todas as Girls of War continuem matando dragões (o.o descobri que alduin na verdade eh AKATOSH… to de cara), vampiros e outros seres que merecem ser decaptados… Feliz Natal também a nós… Readers of War xD

  20. Fernanda
    23/12/2011

    Ah ta explicado pq a Vivi é assim!
    Mas o post ta legal pacas…
    Feliz natal pra todas as girls e os leitores ^^
    E que o mundo não acabe em 2012,pra eu ganhar meu PS3 #oremos

  21. Carlos Lopper
    23/12/2011

    Meu Deus eu tive crise de rir, Que pai é esse garota?! Teu pai é um gênio, Transformers que se escondiam e a noite saia. Ta parecendo aki em ksa, que eu queria ver a procição de caveiras que passava a noite por isso eu tinha que dormir. Macabro né? Mas eu queria ver e deixei meus primos todos acordados comigo. Mas eu ri litros com isso, adorei esse conto de Gamer louca por causa de papai noel!

  22. jonathan
    23/12/2011

    Lendo isso eu só consegui lembrar desse video

    http://www.youtube.com/watch?v=pFlcqWQVVuU

    SIXTYYY FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOUR

  23. Marcus
    23/12/2011

    Ano que vem chega estréia meu presente de Natal o que eu pedi pro Noel of Hell, um anime de Dragon Age http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=70z4PtpYWC8&gl=BR

  24. Lucas.PMTL
    23/12/2011

    Não sei porque, depois que eu li fiquei imaginando a crônica em quadrinhos. Se eu conseguisse desenhar…

  25. Caah
    24/12/2011

    Eu acreditava no bom velhinho quando criança, qualquer brinquedo que eu ganhasse ficava feliz, mas não posso mentir, quando ganhei uma Barbie até desanimei, haha.

    Enfim…ótimo Natal a todos.

    P.S.: Eu fui uma boa menina, será q o Papai Noel me traz meu Xbox 360 ??

  26. Thiago (Spectrumframer)
    24/12/2011

    É isso ae… feliz natal, galera ^^

  27. Darth Gama
    24/12/2011

    Caraca, Vivi… seu pai é amigo dos Transformers lá da zona portuária, além de ser parceiro do Santa Claus!! Vc foi uma criança de sorte, hein (tirando o detalhe das Barbies)…rs
    Em algum lugar da internet deve haver um vídeo de uma linda menininha abrindo seu presente de Natal e gritando desesperadamente: “Mega Driiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiive!!!!!!!!!!!!!”…kkk

  28. Darth Gama
    24/12/2011

    Ah, e Feliz Natal a todos!!!

  29. PH!
    01/01/2012

    Espero ser um pai tão nonsense qto o seu, Vivi. Deve ser daí que vem sua criatividade! Os traumas, bem… um dia passam.

  30. Yan
    02/01/2012

    uahauhauhauuahhaua, muito bom!!
    Eu acreditva em uma história parecida com essa dos transformers, mas não me lembro ao certo que história era. Anyway, feliz 2012 para você, para as outras Girls e leitores!

  31. Arthur
    27/01/2012

    Quando eu era pequenino eu já sabia que o papai noel era o meu pai, descobri toda a verdade aos 5 anos…
    Sendo assim, aos 7 mais ou menos, eu e meu irmão fizemos um acordo, sacrificamos nossos presentes de dia das crianças e natal, não fosse suficiente ainda prometemos notas boas em troca de uma Mega Drive.
    Só que no natal, meu pai nos deu um Dynavision 3, foi triste a nossa reação imediata, mas jogamos esse game inveteradamente durante mais ou menos 5 anos, finalizamos todos os jogos possíveis imagináveis ao nosso alcance. No fim das contas valeu a pena.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.