Assassin’s Creed 2

Tags: Assassin's Creed 2, desmond miles, ezio, Previews, ps3, review, Roger Craig Smith, Ubisoft, Xbox 360

Por Clarice dos Santos

Depois de falar um pouquinho (ou poucão) sobre o primeiro Assassin’s Creed, chegou a hora de falar um pouco sobre o jogo da série que fez eu me apaixonar completamente por ela: Assassin’s Creed 2.

Na época do seu lançamento cansei de ver trailers, vídeos, e até vi uma apresentação no VGL 2010 em Sampa com a orquestra tocando a música do trailer enquanto o mesmo rolava no telão. Tudo bem, o jogo era lindo, bonitão, mas como não tinha boas recordações do primeiro, não me empolguei em jogá-lo, nem que fosse um pouquinho.

Em um belo dia, um amigo do meu namorado emprestou Assassin’s Creed 2 para ele que, como nerd tetudo que é, platinou o jogo. Nessa hora fiquei indecisa,olhei a caixinha e pensei:”Ah, é na Itália, vamo ver como ficou,vai?”. Gente, FOI A MELHOR COISA QUE EU FIZ!!

Em Assassin’s Creed 2 continuamos na pele de Desmond Miles ainda refém da Abstergo, mas somente nos primeiros minutos do jogo. Depois de descer o cacete em vários guardas, Lucy aparece no quarto de Desmond e fogem da Abstergo, indo ao encontro de outros assassinos, mas antes Lucy “carrega” o código genético da Cobaia 16 (Subject 16) e vê a compatibilidade com o código de Desmond (Subject 17). Nesse momento vemos o nascimento de uma criança na Itália Renascentista, com o nome de Ezio Auditore Da Firenze, ancestral dos dois reféns.

Animus 2.0

Saindo da Abstergo, Lucy leva Desmond (NO PORTA-MALAS DO CARRO,tadinho) até o esconderijo dos Assassinos, onde conhecemos Rebecca e Shaun. Shaun é o responsável em inserir no Banco de Dados informações sobre os personagens encontrados nas memórias do antecessor de Desmond, e Rebecca é quem construiu o Animus 2.0 para descobrirem onde a “maçã” está para a protegerem. Com os dados colhidos por Lucy na Abstergo, a jornada continua, agora na pele de Ezio.

Desmond. Ano: 2012

 

Ezio. Ano: 1476

Insieme per la Vittoria

Em Assassin’s Creed voltamos à 1476, na Itália Renascentista, e conhecemos Ezio, um nobre florentino de 17 anos, briguento e mulherengo. Altaïr tinha a mesma cicatriz de Desmond, e Ezio também a ganha logo no começo do jogo por conta de uma briga entre famílias contra Vieri de’Pazzi. O começo do jogo é divertido, mas depois começa a ficar sério.

Giovanni Auditore

A família Auditore da Firenze é bem grandinha até: é composta por Maria e Giovanni (os pais de Ezio), o próprio Ezio, Frederico, Claudia e Petruccio. Frederico e Ezio também escalam os prédios de Florença para realizar as entregas de documentos que seu pai (que é contador) para os nobres florentinos. De repente, após uma das entregas, Ezio descobre que seus irmãos e seu pai foram presos por traição, e condenados à forca. Ainda bem que sua irmã e sua mãe conseguiram escapar e vão se esconder.

Instruído por seu pai (após escalar a torre da prisão), Ezio vai até uma sala secreta em sua casa e descobre um baú com uma vestimenta estranha e um documento a ser entregue à Uberto Alberti para provar a inocência de seu pai. Após entregar o documento, não adianta muito, e sua família é enforcada, a mando do próprio Uberto. Procurado, Ezio vai em busca de sua irmã e mãe (escondidas em um bordel) e lá ele conhece Paola, que lhe ensina como se esconder e roubar. Aí sua nova vida começa.

It’s a-me! Mario!

Após aprender a se camuflar na população, Ezio leva a irmã e a mãe para a casa de Mario Auditore, seu tio, que o revela a verdadeira identidade de seu pai: Giovanni era um assassino. Com Mario, Ezio aprende várias habilidades de luta e vai atrás dos responsáveis pela morte de seu pai e pela conspiração que tanto ele lutava contra: os Templários.

Além de ter Mario como aliado, Ezio também conta com a ajuda de Leonardo Da Vinci, o tão conhecido artista e inventor, que decifra os Codexes escondidos nas cidades (feitos por Altair, por sinal), o que ajuda muito no quesito equipamentos. É ele quem repara a hidden blade de Giovanni, que estava guardada junto com suas roupas, em pedaços.

Requiescat in Pace.

A jogabilidade de Assassin’s Creed 2 deu uma bela melhorada se comparada ao primeiro jogo. No  começo não temos um tutorial, ele é “in-game”, ou seja, conforme você precisa usá-lo, o jogo lhe ensina na hora.

O bom dessa sequência é que você NÃO TEM QUE FAZER UMA INVESTIGAÇÃO ANTES DE MATAR! Que maravilha!! Você recebe uma missão, a aceita (é, você pode ou aceitar ou deixar pra lá) e corre pro abraço. Onde você tem que ir, o mapa lhe mostra. Falando em mapa, em Assassin’s Creed só apareciam os ícones em um mapinha cinza, agora no mapa que fica na tela você pode ver os caminhos que você encontra ao subir nos pontos mais altos da cidade.

Agora o protagonista pode comprar equipamentos, armas, roupas e armaduras nas lojas das cidades. Além disso, Ezio pode também reconstruir a Vila Auditore com o dinheiro que ele recebe (e rouba), aumentando o valor e o reconhecimento da Vila. É praticamente um Sim City à bolognesa.

Outro acréscimo nesse jogo é que agora você pode contratar prostitutas, ladrões e mercenários para lhe ajudarem, tanto em lutas quanto para tirar a atenção dos guardas de você, abrindo caminho para passar por eles e ir ao seu objetivo. E na hora dos assassinatos não temos uma hidden blade, MAS AGORA DUAS, e Ezio pode tomar posse das armas de seus inimigos e usar contra eles.

Quando você executa alguém, sua notoriedade sobe, fazendo com que precise se esconder o tempo todo. Para reduzir sua notoriedade, é preciso arrancar cartazes de ‘Procurado’ com a foto de Ezio, ou você pode subornar um padre (que fica berrando notícias no meio da rua) para que ele faça com que esqueçam de você. Se quiser ser mais rápido, pode matar um fofoqueiro, aí ninguém fica sabendo de você.

Lembram das mendigas do primeiro Assassin’s Creed? Agora foram substituídas por músicos que ficam te atormentando quando você está perseguindo alguém, um saco!

Subject 16 = maluquinho

Depois de ficar muito tempo no Animus, a Cobaia 16 acabou pirando e pintou (com sangue) o quarto de Desmond com símbolos estranhos. Esses tais símbolos (ou glifos) também são encontrados em algumas localidades nas memórias de Ezio. Ao encontra um glifo, você precisa resolver um puzzle que abre um pedaço de um vídeo entitulado A Verdade, o que parece ser a verdade sobre a origem da humanidade. Tem horas que os puzzles enchem demais, e procurar os glifos também requer paciência, mas é interessante ver o tal vídeo.

Belíssimo!

Assassin’s Creed 2 dá de 10 a 0 no primeiro jogo no quesito gráfico. As cutscenes estão melhores, os cenários muito lindos (assim como os seus detalhes) sem falar na jogabilidade e na dublagem que são explêndidos. Não posso esquecer da trilha sonora inspirada nas músicas italianas da época.

Mesmo as músicas sendo um pouco parecidas, são ótimas!

Nolan North continua na dublagem de Desmond e Kristen Bell na de Lucy. Já o responsável pela dublagem de Ezio é o amigo das Girls of War, Roger Craig Smith, fazendo um ótimo trabalho com um sotaque italiano. Uma graça! O melhor de tudo é que neste jogo puseram um pouquinho mais de atenção nas gírias e sotaque italiano.

Com um enredo de tirar o chapéu, um protagonista mais humano (e mais família também), cenários bem trabalhados, trilha sonora de fazer chorar (pelo menos eu sim…snif) e atuação de primeira, Assassin’s Creed 2 realmente me conquistou e creio que foi o responsável de surgir mais fãs da série. Pessoas lindas do meu coração que não gostaram do primeiro Assassin’s Creed: JOGUEM O SEGUNDO! Vale muito a pena!

Clarice dos Santos
Share on Tumblr
Feed do Post
40 Comentários em "Assassin’s Creed 2"
  1. Ironfist
    06/03/2011

    ótimo review e juro que não sabia dessa da Vila Auditore, fiquei até com vontade de jogar o primeiro =).

    “Rebecca é quem construiu o Animus 2.0 para descobrirem onde a “maçã” está para a protegerem”

    Não sei por que, mais eu ri quando li isso lol

    • Ironfist
      06/03/2011

      Pior que pensei isso mesmo rs

      • Jhun
        06/03/2011

        Eu sabia que a Matrix estava envolvida nisso? ¬¬° O Complexo Alfa está em perigo.

  2. Jhun
    06/03/2011

    “Assassin’s Creed 2 dá de 10 a 0 no primeiro jogo”

    Em todos os sentidos. Tive que tomar muita coragem pra jogar o segundo mas qdo o fiz fiquei espantado. Pensei: “isso realmente é AC?”

    Gostei muito do segundo, apesar de não ter terminado, por conta de suas novidades. O Sim City, contratar pessoas, comprar armas e roupas, isso tudo deu uma revigorada no game.

    Apesar de eu considerar o primeiro AC MUITO enjoativo, AC 2 salva a família e é recomendado.

    Agora estou no aguardo do Brotherhood para PC.

    Gema (adoro esse apelido =D) ótimo review. Se manda muito bem msm. =D

    • Jhun
      06/03/2011

      XD Mas se vcs são gemas, então a Cla tb é filha da Vivi? o_O

      Seria Vivi o novo corpo de Flemeth? ¬¬°

      • 06/03/2011

        Jhun, a Clá é a irmã gêmea de consideração da família. Minha filha é a Bebs.

        “Seria Vivi o novo corpo de Flemeth?”

        Uma pena… Terei de matá-lo… U_U

  3. 06/03/2011

    Clá, ainda não vou ler o seu review pq estou jogando AC 2 agora! ^^ Mas estou adorando.

    PS: prefiro o Ezio em Brotherhood, mas no 2 ele tá gato tb! rsrsrs…

  4. Cabelo
    06/03/2011

    Ótimo review!! Zerei 3 vezes esse jogo xD, MUITO BOM!!

  5. 06/03/2011

    A Shopto tá de BRINKS com meu Assassin’s Creed 2 pelo mundo! Um dia eu acho que chega… um dia…

  6. Flávio
    06/03/2011

    Eu fui um que gostei do primeiro, mas não o achei perfeito e talz, quando joguei o segundo me apaixonei, e agora que estou jogando o Brotherhood virei mega fã da série!!!!! Ótima análise by the way

  7. 06/03/2011

    Jogão. Pretendo pegar quando comprar um ps3.
    É nesse jogo que posso jogar com o Raiden do Metal gear certo ?

    • Amyr L.
      06/03/2011

      Não, é no Brotherhood que dá pra pegar a roupa do Raiden. =]

  8. Amyr L.
    06/03/2011

    Eu sempre tive um pé atrás com a franquia Assassin’s Creed, porque quando eu ouvi falar pela primeira vez tinham me dito algo como “Ah, é um sucessor espiritual de Prince of Persia”, mas jogando eu já vi algo diferente do que eu estava esperando. Cenários grandes e bonitos, jogabilidade interessante, mas EXTREMAMENE REPETITIVO, ao ponto de eu ter desistido de jogar AC1 logo depois de ter matado o terceiro alvo xD

    Mas boa review, Clarice, conseguiu me convencer a jogar todos os 3 AC. =) Agora é perseverar pra chegar até o final do primeiro…

  9. Mih
    06/03/2011

    Boa review Clá ^^ Não sei se você sabe,mas fizeram um filme do jogo:O Assassin’s Creed Lineage,que relata os acontecimentos prévios a Assassin’s Creed 2, com a história de Giovanni Auditore,o pai do Ezio.

    [youtube http://www.youtube.com/watch?v=byRrQ6oxI0o&fs=1&hl=pt_BR&rel=0%5D

    Alguém aí já assistiu?

  10. 06/03/2011

    Clá você me deu mais esperança de jogar esta série, sinceramente comprei o primeiro e me desfiz dele antes mesmo de terminar, enjooei e foi decepcionante ver isso acontecer, já que sempre admirei a série, mas seu review serviu pra eu pegar o 2, vou aproveitar que ele está na psn e vou pegar AC2, espero não me decepcionar denovo, mas deu uma baita vontade jogar este aí depois de ler o seu review.
    Por isso amo o blog, vocês nos motivam. kkk

    • 06/03/2011

      Vou começar a pedir comissão pro pessoal. Ubisoft, vemnimim! o/
      huahuahuahahuauauauahau xD
      Brincadeirinha! rs

  11. Yan Paulo
    06/03/2011

    AC2 todos dizem que é pega todos os defeitos que o AC1 tinha e os converte em qualidades!
    Muito bom mesmo!
    Desde o começo (única parte que joguei), a história já é bem agitada e interessante. O gameplay também melhorou muito!
    Alguém mais aí acha que a Lucy ficou bonita demais da conta no AC2? =x

    • 06/03/2011

      Realmente,melhoraram ela no 2, e bastante…rs
      Está mais “expressiva”.

      • Yan Paulo
        06/03/2011

        Bote expressiva nisso! ^^
        Mas dá pra entender, já que no AC1 ela tinha boas razões pra ser daquele jeito, né.

  12. 07/03/2011

    Esse game é sensacional. Agora tenho que comprar Brotherhood. Dizem que melhoraram o ACII e o deixaram perfeito.

  13. PH!
    08/03/2011

    Os reviews da Clá são sensacionais. Dá pra sentir a paixão com que ela escreve cada palavra, coisa que só gamer de verdade conseguem expressar. Me vejo obrigado a jogar AC2.

  14. Fabão
    08/03/2011

    eu estou jogando o primeiro, é um bom jogo, apesar de ser muito repetitivo, mas o sistema de combate me agrada, e eu fico refazendo os assassinatos até conseguir fazer do jeito q eu planejei uhauhauha, no mais, muito bom a analise, quero terminar logo o 1º pra ver como ficou o 2º

  15. Benih
    08/03/2011

    O Filme desse Assassin’s Creed é muito interessante…

    o/

  16. 09/03/2011

    Comprei ontem o Brotherhood . Já me apaixonei pela série.
    Mas como é o terceiro não entendi bulunfas da história.

    Alguem por gentileza me explica porq o protagonista se conecta ao passado ? Oq ele e sua equipe querem ?

    • 09/03/2011

      Dê uma lida no meu review do primeiro assassin’s creed ^^ lá explica um pouco.
      =***

      • 09/03/2011

        Opa . Pode deixar. Vou ler sim.
        Vlw.

        • Fabão
          09/03/2011

          em resumo…. ele querem “TENTAR DOMINAR O MUNDO – o pink, o pink, o pink e o cérebro, o cérebro e o pink… tchan tchan tchan tchan…

  17. 12/03/2011

    Depois de pegar esse jogo não pretendo comprar nenhum outro por um bom tempo. Daria uma nota 10 a esse jogo.

  18. Douglas psn id team_piracicaba
    21/03/2011

    Muito bom esse traller parece até de filme .

    ACho que vou comprar o 2 sem ter jogado o 1º .

    nossa tenho jogos que comprei mas numca joguei hauahuah

    comprei gta numca fiz uma missao larguei , comprei turok joguei metade da primeira fases larguei , batman joguei metade do jogo larguei tmb , mas o uncharted 2 zerei umas 5 veses o 1 uma 2 veses , gosto mais de jogar multiplayer , o jogo que mais jogo é SSF4 , mas to qurendo comprar o assassins creed pra ver como é.

  19. LadyGammer9
    12/05/2011

    Pensando que era a mesma coisa? você realmente viu o trailer? XD
    Ah, não se esqueça, as duas Hidden Blade não se ganham na hora ein? demora um “pouquinho”.
    As OST eu gostei bastante comparando com a do I.
    Ah, e no primeiro tinha tudo de mão beijada né? No segundo você tenta, tenta, e tenta até conseguir, ja fiquei presa em varias fases por pressa XD *chora.
    Um aviso também vale: Sempre nas cenas, veja todas! Não desligue no meio porque se não é capaz de bugar a memoria, dai meu coleguinha, babal pra tuas horas de jogo.
    Ah, e sobre a do Ezio ser mais “humano” que Altair, é por causa da Credo, naquela época, coitado do Altair, seu mestre nem deixava seus pais darem amor para ele! Deisde criança ele era…sozinho vamos dizer.
    Se quizer dar uma olhada no wiki do AC em Br, ta ai o link: http://pt.assassinscreedbr.wikia.com/
    Beijão! ;]

  20. Hélio
    20/12/2011

    Ontem eu decidi pegar esse jogo pra valer e realmente jogá-lo a fundo.
    Olha, eu queimei a língua. Gostaria de me desculpar pq já falei bem mal de AC em vários posts, mas ontem eu pude comprovar q estava errado.
    Completei 12% do jogo em 2 horas e realmente é um belo game, já me acostumei com a jogabilidade e estou fascinado pela história.
    Encontrar figuras históricas como Lorenzo de Médici e Leonardo da Vinci foi fascinante. E a arquitetura da cidade é muito bem feita, realmente eu estava errado sobre os gráficos.
    Gostei muito de sair atrás de rabos de saia como um conquistador italiano, depois ter q fugir dos guardas; gostei tbm das missões paralelas em q vc bate em caras q traem donzelas indefesas; e realmente me surpreendi com o destino do pai de Ezio, seu irmão e seu amigo Frederico. Foi bom vingá-los.
    Estou ansioso pra poder continuar essa bela história hoje. :)

    • Amyr L.
      20/12/2011

      “- It’s a good life we lead brother.
      – The best. May it never change.
      – And may it never change us.”
      (Toda vez que eu lembro dessa abertura de AC2, eu me empolgo todo)

      Welcome to the Brotherhood, signore.

  21. Hélio
    24/12/2011

    Estou praticamente finalizando o jogo, e achei realmente um dos melhores da geração.
    Só fiquei meio chateado pq eu peguei apenas 14 codex pages, então tive q ficar indo de cidade em cidade pra pegar as outras 16 senão a história não termina.
    Ontem fiquei de 11 e pouco até meia noite e meia pra pegar até a vigésima, ainda faltam 10 :/
    Mas enfim, estou muito feliz e vou pegar o Brotherhood pra jogar em breve, depois o Revelations. :D

    • Amyr L.
      26/12/2011

      E aprendemos aqui uma valiosa lição, senhores: Até a muralha chamada “Hélio” pode mudar de opinião com um pouquinho de esforço ;)

      Eu também estou contando os dias pra eu botar as mãos no Revelations.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.