Aniversário Castlevania – Podcast

Tags: aniversário castlevania, Castlevania, Girls of War, konami, podcast, super controle podcast

Gravura feita por Ayami Kojima

Sim meus amores queridos do meu coração. Esta Girl of War que escreve este post no meio de uma aula de Computação Gráfica (e não me orgulho disso, professor vai ficar puto quando descobrir) vem avisar a todos vocês, Readers of War, que participou de mais uma edição extraordinária de mais um Podcast do Super Controle Podcast e falando (ou pelo menos tentando, já que Jejé é mais viciada que eu) sobre o grande amor da minha vida: Castlevania!!!!!

Como todos sabem, Castlevania está completando aninhos neste mês de Setembro, e o povo doido do Super Controle resolveu fazer um podcast (UM uma pinóia, Clá!) sobre o jogo, e claro que a Jejé lembrou de mim pra participar! Espero que vocês todos gostem da primeira parte do Podcast Castlevania do Super Controle Podcast! Cliquem na imagem abaixo para irem no blog deles (oi, não consigo colocar o áudio aqui! #vergonhamaster) e ouvirem o “pequeno” pedaço da história da luta dos Belmonts contra Drácula. Semana que vem tem a Segunda Parte!

P.S: Ayami Kojima, sua linda! *-*

P.S2: Trevor Belmont, vemnimim SEU LINDO!

 

Fã de Castlevania? Dá um bizoio:

Castlevania: Symphony of the Night. Uma das melhores obras primas da Konami!

Castlevania III: Dracula’s Curse

Super Castlevania IV: Amor da minha vida!!!!

Enquanto Lords of Shadow não chega…

[REVIEW] Castlevania: Lords of Shadow

Clarice dos Santos
Share on Tumblr
Feed do Post
29 Comentários em "Aniversário Castlevania – Podcast"
  1. The Punisher
    09/09/2011

    Castlevania também é uma das franquias que mais me amarro desde o 1º onde joguei não exatamente em um NES, mas em um Top Game VG9000 que rodava jogos de NES e FAMICOM, e de 1ª o tema Vampire Killer me conquistou.

  2. The Punisher
    09/09/2011

    Clarice, chegou a jogar o Castlevania do N64 com o Reinhart Schneider mais a Carrie Fernandez?

    • Clarice dos Santos
      09/09/2011

      Infelizmente sim… não gosto desse jogo >.<

      • The Punisher
        09/09/2011

        Ah eu já gostei bastante, sem dizer que foi o 1º deles em 3D né.

        (SPOILER)
        Gostei da surpresa do em que os ajudam o garoto achando que era apenas uma criança e descobrem que o mesmo está com a alma do Dracula contida em si. Apesar de que era meio que óbvio.

    • Bruno
      12/09/2011

      Eu curti muito este Castlevania também. Não é nada perto de Symphony of the Night ou outros mais tradicionais, mas foi um bom passatempo na época, aluguei várias vezes.

      Fora que jogar com a Carrie tornava o jogo bem mais fácil, pois ela tinha tiros mágicos teleguiados e podia atacar enquanto foge (menos na última dificuldade, onde não dava pra andar e atirar ao mesmo tempo).

  3. Hélio
    09/09/2011

    Parabéns a essa grande série. Meus preferidos são SOTN em primeiro e Dawn of Sorrow em segundo. :D

  4. Amyr L.
    09/09/2011

    Vou ouvir daqui assim que terminar de baixar =)
    Pior que so fui começar a jogar os jogos da série Castlevania ano passado. Não joguei antes porque meus amigos viviam falando (tipo,há mais de 10 anos atrás já) que o jogo era a coisa mais awesome que eles tinha jogado na vida, por isso criei um certo receio em tocar nele. Mas ai peguei o Order of Ecclesia (SHANOA FTW) pro meu DS e me meti a zerar. Depois joguei Portrait of Ruin, Lords of Shadow e SOTN (peguei emprestado de um amigo e tirei a poeira do meu PSOne) e agora estou jogando Aria of Sorrow. Uma hora eu termino de prestar contas XD

  5. Mih
    10/09/2011

    Apesar de ter conhecido Castlevania a partir do Circle of the Moon,me apaixonei à primeira vista *-* Mas meu favorito é o Symphony of the Night *O*(E podem me apedrejar pq eu adorei “I am The Wind xD) Inclusive,agora me deu vontade de finalizar ele de novo ^^

    Uma das cenas mais PERFECTS do SOTN *—-*

    Só odiei o Castlevania do Nintendo 64 e a bagaça do Judgement (A prova de que os caras são fãs de Death Note –‘)

    P.s:Ayami Kojima, sua linda! *-*[2]
    P.s²:O Richter Belmont é lindo *¬*

    • Hélio
      10/09/2011

      Tbm gosto de I am the Wind! xD

  6. thor
    10/09/2011

    Castlevania: Symphony of the Night.. Milhões de horas dedicadas a esta obra prima! Hail!

    \m/

  7. leandro(leon belmont) alves
    10/09/2011

    eu conheci castlevania a partir do Dracula X do SNES,horrível se comparado ao FODÁSTICO Rondo of Blood do Pc Engine. mas foi daí que conheci Richter Belmont. eu tentava zerar ele, mas com 10 anos de idade não tinha cabeça para um jogo daqueles. e porque naquela época eu era apenas um casual gamer, ou seja pulava de jogo em jogo.

    foi a partir dos 16 anos que criei coragem para desbravar Castlevania Symphony of the Night no Saturn(o melhor castlevania para começar a gostar da série) na locadora aqui perto de casa. e quando zerei o game, apenas tive certeza de uma coisa: Alucard é invencível!, nenhum Belmont seria capaz de derrota-lo.

    com a experiencia adquirida em SOTN, resolvi acertar contas com Richter e o Drácula no SNES. foram as 5 horas mais suadas para salvar Annete e Maria(e porque diabo tem que estar tão bem escondidas? e o pior que se não salva-las,vai ter que engolir o final ruim) e chegar no castelo do vampiro e levei mais 1 hora para mandar para o raio que o parta. seria mais fácil mata-lo se a arena da batalha final não fosse repleta de buracos. mas foi a partir desse game que resolvi fazer uma Cruzada Castlevania.

    comecei pelos jogos do meu N64, que muitos consideram horríveis e feios. mas encarei o jogo com a Carrie Fernandez(muito melhor do que aquele Reinhardt “pula como uma gazela” Schneider) e bem, passei facilmente dos níveis(os níveis Tower of Science e Tower of Sorcery são lindos) até chegar no Drácula, que aqui ele é um Dragão-Lagosta(?!)ridiculo. depois eu encarei a outra aventura no N64: Legacy of Darkness com Cornell,o Lobisomen.

    Legacy of Darkness chegava a ser graficamente um pouco melhor do que o antecessor e o Cornell passava mais segurança do que a Carrie e o Reinhart. novamente não tive dificuldades em passar dos níveis(alguns dos novos cénarios eram iguais da primeira aventura e colocou alguns novos) para chegar no chefão, que agora havia se transformado num demônio gigante apelão, mas nada que um lobisomen não dê conta. e resolvi encarar as versões do game boy advance.

    Castlevania Circle of Moon foi o que mais tomou o meu tempo, com todas aquelas cartas de magia e invocação para colecionar e pegar a Shining Holy Armor que deixava Nathan Graves quase invencível contra o Drácula. o Castlevania Harmony of Dissonance não gostei muito. parecia tão génerico e simples, sem falar que os personagens tiveram a cara de pau de serem quase clones de Alucard,(Juste Belmont,o heroi) Richter(Maxim Kischine, o rival invejoso) e Maria(Lydie Erlanger, a mocinha) e sem falar que o Drácula chega ainda ser mais fácil de vencer do que no N64.(dica: para ir até o Drácula nesse jogo, faça 100% em ambos os castelos. coisa que levei um tempão para sacar) e o Aria of Sorrow com Soma Cruz…o para mim é um dos poucos que chegam quase perto da perfeição de SOTN e a habilidade de colecionar almas para ganhar novas habildades faz o jogo ter uma loooonga vida util. mas eu não fui com a cara do heroi desse jogo, e olha que Alucard faz uma aparição especial lá…mas pelo menos Aria of Sorrow tem os personagens desenhados por Ayami Kojima. não a continuação para o NDS onde os personagens foram desenhados por um qualquer, tirando a magia dos personagens. e detalhe: esse do NDS você obrigatoriamente tem fazer dois finais ruins para ver o verdadeiro final do jogo, algo que achei no minimo inusitado.

    O Fodástico Rondo of Blood do PC Engine….um sonho que só de sacanagem foi apenas para os japonenses,deixando os ocidentais de fora. e numa época que poucos e privilegiados tinham um PC. e de gráficos dava uma surra lascada no SNES no qual o jogo foi baseado no PC-Engine e já dava uma palhinha do que seria SOTN um tempo depois. esse é um dos meus jogos favoritos da série disparado, e com uma tulha de níveis para chegar até o castelo,era diversão na certa. não recomendo para esse novos gamers que começaram com esses “castlevania faceís” como Aria of Sorrow. só para os fãs mesmo da série e que tenham jogado algum game da série no NES ou SNES, pois Richter não tem pulo duplo.(se bem que tem a Maria pituchinha nesse jogo, mas isso é outra história)

    eu terminei castlevania para quase todos os sistemas de jogos existentes(e pela minha condição finaceira) só falta as versões para celulares e para o PS3(Lords of Shadow) parabéns pela Clarice!

    e eu odeio I am the Wind. aquela música é boa quando se escuta uma unica vez(na minha opnião). prefiro ouvir colocar um dos meus CDS do Avenged Sevenfold e jogar ouvindo no volume Máximo e faço isso toda vez que jogo um game da série. é a minha trilha sonora obrigatória para qualquer castlevania que eu jogue.

    a música Nightmare é o que há.

    forte abraço

    • The Punisher
      10/09/2011

      Eu o jogava direto na locadora perto de minha, pois eu tive antes um “Super Não Tendo” antes de realmente de um Super Nintendo. E mesmo depois te tê-lo pela 1ª vez o joguei e zerei outras várias vezes. O dono da locadora lá chegou a comentar assim: “Castlevania, a paixão do Clayton”. Nisso ele estava certo.

      • The Punisher
        10/09/2011

        “perto de minha casa”

      • The Punisher
        10/09/2011

        Krak, tenho que ler meus comentários com mais calma antes de publicá-los
        “depois te tê-lo zerado pela 1ª”

    • leandro(leon belmont)alves
      10/09/2011

      já zerei sim o super castlevania IV Bebs, e duas vezes. a morte nesse jogo chega a apelar mais do que o drácula.

  8. Lipe!
    10/09/2011

    prefiro castlevania:order of ecclesia.
    é lindo!
    shanoa>>>>>>>>>>>>>>resto
    e eu queria que castlevania:judgment fosse bom,queria tanto,mas acho que vou comprar mesmo assim!guilty pleasure,né!?

    • leandro(leon belmont)alves
      10/09/2011

      Castlevania Order of Ecclesia foi o mais apelão castlevania que já zerei. e isso na dificuldade normal, em Hard é sentar e chorar lagrimas de sangue de tão dificil e mortal que o game fica.(digo isso por experiencia propria) e Shanoa é uma Deusa mesmo ^__^ Maria,Sypha e Charlotte não ganham dela nem apelando tanto em poderes quanto beleza.

      • Lipe!
        11/09/2011

        é verdade..tenho esse jogo a quase um ano ou mais e ainda não virei no hard(muito menos com o albus) e nem cheguei no level 255 na dificuldade normal e nem consegui todos os itens.
        e o final do OoE é de chorar!
        ç.ç

        • leandro(leon belmont) alves
          11/09/2011

          ver a Shanoa chorar, demonstrando emoções pela primeira vez ao se despedir da alma do Albus no final do game foi épico. e olha que zerei 2 vezes e caiu lágrimas involutariamente dos meus olhos em ambas as vezes.

          • Lipe!
            12/09/2011

            +1

    • leandro(leon belmont)alves
      10/09/2011

      e quero jogar esse Castlevania Judgement só para jogar com a Shanoa de cabelos curtinhos.(sou gamado por minas com esse visual) e pô não botaram o Richter Belmont no Judgement…o jogo teria mais graça se tivesse o mais famoso dos Belmont,Simon é o segundo mais famoso.

      • Lipe!
        11/09/2011

        eu achei o design dos personagens bem legais e as músicas também…acho que ficaria melhor se fosse jogabilidad 2d(tipo esse novo street fighter).
        e a shanoa ficou legla com a roupa de freirinha…não é o cabelo que tá curto,ele só tá escondido.
        ^^

  9. Leonardo
    10/09/2011

    “(…)chicote. Tiazinha mexe essa bundinha”, “A Sypha fez concurso público para a Igreja”, “Vou expandir o mercado” – Muito bom! Já não me ria tanto há algum tempo XD XD! O podcast está o máximo. Fico à espera da 2ª parte. Realmente é de pensar o que é que os casais Castlevania fazem enquanto esperam pelo Drácula: o Hector montava o porco, o Alucard (numa peça áudio japonesa) queixava-se da comida da Maria Renard! (PS – “sumona”!?) Este pod me fez pensar uma coisa: em cada novo jogo é criado um novo sistema, seja glyphs, souls, forge, etc. Porque não fazer um jogo 2D (para ocupar menos espaço e os backgrounds poderem ser trabalhados ao máximo (como no SotN) para a PS3 mas em que é possível escolher a personagem de um leque delas, personaliza-la e até escolher o sistema de magia/combate que gostamos mais!? E já agora podiam fazer como no Pokémon em que há um sistema dia/noite, salvo no castelo do Drácula devido à Ebony Stone.
    Abençoado dia em que fui à procura de um jogo novo para o GB Advance e vi um “tal” de Castlevania: a descrição do jogo falava em Drácula – cliché, pensei eu – mas depois referia o clã Belmont e a sua luta com um…chicote?! Depois foi só escolher entre o Circle of the Moon ou o Harmony of Dissonance, sendo que escolhi este último pelo aspecto do Juste, mas depois de terminado o jogo, voltei e comprei o Circle. Ainda anseio por uma versão física para PS3 do Symphony of the Night e poder para poder ouvir a melhor música de sempre: “Requiem for the Gods”.
    Juste Belmont é o melhor Belmont mas, infelizmente, um dos mais obscuros =(

  10. leandro(leon belmont)alves
    10/09/2011

    prefiro a música “Lost Painting” é a mais bonita das músicas que já ouvi em qualquer castlevania. a segunda melhor é a “Ancients Gods of Destruction” de Castlevania Lamment of Innocence.

    e dos Belmonts, prefiro o Richter.

  11. gf_rafael
    10/09/2011

    Muito legal o Cast! Bons tempos que jogava o meu Akumajō Dorakyura (cartucho amarelo 60 pinos) no meu Phantom System utilizando adaptador q precisava ficar dando uma “levantadinha para pegar” hehe. 8 anos de idade q não voltam mais.
    Clarice, já terminou os DLCs Reviere e Resurrection?
    No aguardo de um Review deles pra gente discutir teorias malucas hehe

  12. Tonshinden
    10/09/2011

    HA! esse ano nas minhas férias eu paguei um pecado gamistico eu nunca tinha jogado nenhum castlevania na minha vida dai q fiz uma MEGA cruzada baixei tudo quanto castlevania a internet me deu direito zerei tudo quando falo tudo foi tudo mesmo desde as versões antifas do nes as do GB preto e branco (curti muito jogar com a sonya não a do mk ^^) zerei tudo a q + apanhei foi a do psp ate as de celular baixei e to jogando ainda a unica q não joguei foi a do PS3 mas mesmo assim me senti um gamer renovado por ter jogado essas perolas incriveis é uma serie q esta a muito tempo no mercado e na historia gamer !!!!!!

  13. 11/09/2011

    Muito obrigada pela sua participação Cla! ^_^
    Beijão! (L)

  14. AnneKira
    12/09/2011

    Castlevania fazendo aniversário… Foi uma blasfemia para mim conhecer e jogar os jogos da série tão tarde. Eu ainda não joguei o SotN e terminei o PoR porque estou sem tempo, mas todos o que eu joguei eu quase zerei. Eu gosto do Soma, acho ele menos derp que alguns Belmonts :/

    E tipo, não vejo toda essa graça no Alucard que todo o mundo vê… Eu acho meio forçador fazer essa comparação, mas vou tentar explicar: Acho que o Alucard ganha muita simpatia por ser filho do Dracula e ser um vampiro “comportado” estilo o Bill de True Blood. Só que eu pessoalmente acharia mais interessante se o Alucard fosse um vampiro mais estilo “Lestat” das crônicas da Anne Rice, porque ele não negaria a parte vampirica dele que é a sede pelo o sangue, mas não, o cara simplesmente prefere hibernar que sair pela a noite catando umas oferecidas para pegar a sangue pelo o menos para “viver”… Não precisava tocar o terror…

    Enfim, meus jogos favoritos são o CoD e o OoE. Não tem como mesmo, Shanoa é uma deusa suprema, e nesses dias que eu estava usando meu pouco tempo livre para jogar Valkyrie Profile eu acabei vendo que o layout da Shanoa me lembra muito uma valkyria mesmo… Ela até tem a armadura de valkyria para equipar no jogo :D Agora, eu não sei explicar porque eu amo o Curse of Darkness. Não sei se é pelo o lance dos DevilForgemasters, se é pelo o Hector ou pelo o fato de ser o primeiro castlevania que eu oficialmente joguei. O fato é que apesar de o jogo ser ruim eu o adoro. :D

  15. Edson Vitor
    12/09/2011

    Eu infelizmente conheci Castlevania atrasado foi no PS2 com o Cursed of Darkness alem que as musicas sao completamente FODAS.

    Eu sou da epoca desde o Atari, quando tive meu SNES eu devia ter comprado esse jogo. AFFFF

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.