A-há, U-hú, o Mario é nosso.

Tags: Bateria Cásper ; Bateria da Cásper Mario Bros

Por Carlinha Rodrigues

 

Durante dois anos, eu e os mestres hadoukeiros Alexei, Prandoni e Hitzschky estudamos juntos na mesma faculdade. Quando eu era uma mera caloura do curso de publicidade e propaganda da Faculdade Cásper Líbero, eles já estavam no terceiro ano do curso de jornalismo. Pelo fato dos cursos serem administrados em andares diferentes e pelo tcc dos meninos ter sido muito pouco divulgado por parte deles, afinal se eu soubesse com certeza teria comparecido e ocupado um lugar na primeira fileira de cadeiras do auditório, eu nunca fiquei sabendo dos prodígios do jornalismo de games até trabalhar com eles em uma revista do segmento este ano, ou seja, dois anos depois que eles pararam de freqüentar o prédio onde estudo. Que mundo pequeno, não?

 

Nós até teríamos a chance de nos encontrarmos no JUCA, os Jogos de Comunicação e Artes do qual nossa faculdade faz parte, onde acampamos durante quatro dias em uma cidadezinha do interior para disputarmos campeonatos de esportes (não, não tem a modalidade videogame) regados à cerveja open bar e gritos de torcida, mas… Minhas fontes informaram que eles não compareciam aos famosos jogos entre faculdades.

 

Uma pena, porque além de perderem as excelentes atuações do time de handball feminino da Cásper Líbero (vai time!), o mestre Alexei, expert em trilha sonora gamer, perdeu a oportunidade de escutar a bateria da sua faculdade “tocar” a clássica trilha do Mario Bros com ginásio lotado e milhares de pessoas cantarolando o ritmo junto. Então, especialmente para o mestre Alexei, no ritmo do agogô e dos meninos da bateria Cásper Líbero, a trilha do Mario versão escola de samba (no ensaio)

 

 

Abaixo uma homenagem à minha faculdade e bateria que eu amo de paixão, e sim, não tem absolutamente nada a ver com games.

 

 

Carla Rodrigues
Share on Tumblr
Feed do Post
16 Comentários em "A-há, U-hú, o Mario é nosso."
  1. 28/08/2008

    1. Esse café da manhã aí, o senhor Coelho e eu detonaríamos em questão de minutos.

    2. Você está na foto do time????

    (Por faalr em esporte, estou desgraçadamente a fim de jogar uma partida de futebol de verdade… se algum leitor do girls of war estiver interessado, pelo amor de deus, deixe um recado no noreset. Faz 4 anos que eu não jogo bola. 4 anos!!!!!)

  2. 28/08/2008

    UAHUAHUAHUAH!

    Bom, primeiro em relação ao JUCA, o único que vi foi o Kfouri em palestras, e por duas oportunidades ainda. A piada é péssima, mas ficou difundida entre os topeiras que não compareceram aos eventos esportivos. Em compensação, os futuros hadoukeiros assistiram aulas em que se eternizaram momentos hilários. Sim, estou falando da engasgada naquela histórica quinta-feira de 2003.

    Essa do vídeo do Mario eu nunca tinha visto, realmente animal! Uma vez o Hitzschky me passou um da corneta paralisadora do JUCA, e qualquer coisa que lembre Chaves / Chapolin, achamos igualmente fantástico.

    Ah, lembro que o Sirangelo, apesar de conhecê-lo somente em 2006, quando fizemos o TCC, também é um hadoukeiro. :D

  3. Wellington Ramos
    28/08/2008

    KKKK ficou bom o tema hein…. Se alguma escola de samba tivesse tema de games eu até pensaria em ir no sambodramo ver

  4. 28/08/2008

    Foi realmente emocionante, Carla Maria!!!

    E olha só! Carla Maria mostrando que não é uma nerd sedentária!!!
    Parabéns, Carlinha!!! AUAHAHAUHAUHAHA!!!

    Beijão!!! ;)

  5. 28/08/2008

    Como caranguejo metolouco que sou não posso compactuar com tamanha demonstração de ufanismo casperiano (exacerbado, diga-se de passagem) diante dos meus olhos.

    Kof…kof… “Aqui só tem louco chapado e terrorista! Hooligans, Hooligans, Hooligans da Metodista!”

    Pronto, agora sim… Muito mais no espírito do JUCA! Pena que meus anos de boêmia “jucaniana” estão chegando ao fim…

    Foi bom enquanto durou…

  6. 29/08/2008

    Carla Maria expõe ao mundo mais uma prova do meu nintendismo cabal: não escolhi estudar na Cásper à toa, né.

    Quanto ao JUCA, o mestre é sempre sagaz e recorda nossos encontros com o dito cujo. Também presenciei o Kfouri por duas oportunidades. Aliás, ambas na presença do mestre.

    Quanto à performance, algumas notas parecem ter ficado alguns tons abaixo, mas não deixa de ser uma atuação cativante e louvável!

    Valeu time!

  7. 29/08/2008

    @ Gustavo Oliveira, sim eu estou na foto do time, eu sou a de uniforme vermelho! hahahah
    O senhor está condidadíssimo para ir no JUCA do ano que vem tomar café da manhã com a gente hahah

    @ Alexei, eu não sabia que o Sirangelo estudou na Cásper também! Poxa, recebi informações erradas então…
    O vídeo seria esse aqui?
    http://www.youtube.com/watch?v=-0wWPu6VNv8

    @ Wellington, olha, sabe que eu não duvido nada que já já seja tema de escola de samba hahaha
    Imagina o pac man gigante nos carros alegóricos!

    @ Vini, alguma coisa saudável eu tenho que fazer né hahah.

    @ Gui Ogami, quer dizer que o senhor é gari? hahaha
    Olha, acho que a torcida da Metô só perda pra da Cásper :P
    Mas é fato que sempre que a bateria ainda não chegou no ginásio, os casperianos se juntam aos metoloucos para cantar aquela belíssima canção de palavras tão bonitas, quase uma poesia de incentivo aos atletas declamada com tanto amor pela torcida.

    Eu não posso repetir, sempre me emociono, mas me refiro ao seguinte hino:
    http://www.youtube.com/watch?v=mg3qsaOIPIQ

    PS: Eu adoro o grito do Hooligans também, e rivalidades à parte, a gente sabe que a grande verdade é que todas as faculdades se juntam contra uma só.
    Ei… Mackenzie…
    E eu sinto vergonha alheia toda vez que a rainha de bateria de vocês começa a sambar hahah
    Segue exemplo:
    http://www.youtube.com/watch?v=XddURzfJnUQ&feature=related

  8. 29/08/2008

    Carlinha, como você bem disse no fundo todos sabemos que o objetivo final do JUCA é acabar com o tubarão. Sempre!

    Agora, quanto ao hino, foi a primeira coisa que pensei em postar, mas a “etiqueta blogueniana” me impediu de cometer este ato fatídico(não dúvido que esse blog seja lido por menores em fase escolar e não tenho como colocar tarja de faixa etária indicativa…tipo, maiores de quatorze anos>[M+14]entonces…)

    Quanto a bateria Makossa, sem sombra de dúvida, é sensacional. Já a rainha da bateria…err..hmm… Bem, eu já disse a eles que não é por falta de candidatas ao cargo, mas, er…como explicar..hmm..
    Ei Mackenzie…

  9. 29/08/2008

    Ah é?

    Então reservem apenas algumas latas para mim…

    Se deixar, eu tomo tudo…

  10. 30/08/2008

    @ Carla

    Ele passou uns tempos na Inglaterra no meio do curso, mas o Sira se formou na Cásper sim, hehe…

    Exatamente esse vídeo da buzina!

  11. hardwaregames
    01/09/2008

    Hehhehee…

    Boa a musiquinha do Mário!

    :P

    Abs!
    Alexandre Werther (blogueiro inicante)

  12. 01/09/2008

    Carla, fantástico!
    Tons abaixo ou acima, foi simplesmente cativante!
    Isso é Brasil, transformando game music em um samba de primeira!
    Beijos!

  13. 01/09/2008

    @ Rebeca, você nunca vai entrar no msn não é? rs

    @ hardwaregames, obrigada pela visita novo colega da blogosfera!

  14. 01/09/2008

    “@ Rebeca, você nunca vai entrar no msn não é? rs” 2

  15. 02/09/2008

    @ Rebeca, eu custumo entrar mais à noite.

    @ Gustavo Oliveira, como você tem o msn da leitora do blog e não de uma das escritoras? hahaha

  16. 02/09/2008

    “@ Gustavo Oliveira, como você tem o msn da leitora do blog e não de uma das escritoras? hahaha”

    Adicionei vossa excelência há muito tempo…

    O problema é que a senhorita precisa realmente calçar as sandálias da humildade (elas ainda existem?) e aceitar o bendito convite.

    Caso queira relevar, pegue meu msn nesse comentário mesmo.

    Se eu chegar de conversinha, corte meu barato e diga logo que você é a Carla do Girls of War…
    É que são tantas, sabe?

    As vezes confunde…

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.